Aracaju (SE), 30 de junho de 2022
POR: Rodrigo Alves
Fonte: Assessoria de Imprensa
Em: 16/05/2022 às 10h05
Pub.: 16 de maio de 2022

Homens também tem varizes: descuido com a saúde vascular pode agravar os casos


Segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular – SBACV, estudos mostram que a prevalência média das varizes é de 38% na população geral brasileira, sendo que deste percentual, 30% dos homens possuem a doença, o problema é que o público masculino demora a procurar atendimento médico e quando buscam, a doença já está em estágio avançado gerando uma série de complicações. Em entrevista, o médico atuante em Aracaju e no interior de Sergipe, Dr. Fellipe Menezes, cirurgião vascular e especialista em tratamentos que são referência no mundo, esclareceu o assunto.


Homens também tem varizes: descuido com a saúde vascular pode agravar os casos - Foto: Divulgação

Homens também tem varizes: descuido com a saúde vascular pode agravar os casos - Foto: Divulgação


Em Sergipe e no Brasil, de forma geral, o cuidado com a saúde vascular é muito baixo. “As varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem abaixo da pele, elas costumam aparecer após a puberdade, principalmente quando associadas a outros fatores de risco como genética, sedentarismo e obesidade. Dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou de grande calibre. As veias mais acometidas são as dos membros inferiores: nos pés, pernas e coxas.  Quando o homem não trata as varizes, os casos mais graves estão associados a risco de inchaço, trombose, manchas e feridas, e isso pode acarretar algumas sequelas. O tratamento precoce e a prevenção serão sempre o melhor remédio”, explica.


A evolução natural da doença sem tratamento está associada a piora funcional e estética.  “De acordo com a Sociedade Europeia e Americana de Flebologia, para o tratamento, o Endolaser é um excelente aliado para veias mais calibrosas, já para vasos finos pode ser utilizado o Clacs, ambos procedimentos estão disponíveis em Aracaju. São tratamentos minimamente invasivos, mais eficazes e com mínimos riscos, não necessita cortes, não tem cicatrizes e nem necessita repouso, além do paciente manter as atividades diárias normalmente.”, afirma.


Um dos mitos que muitos homens acreditam em relação às varizes é o aumento do problema causado pela atividade física. “Pelo contrário, atividades físicas e academia não causam varizes. Aquelas veias mais aparentes em fisiculturistas, por exemplo, são veias saudáveis que aumentam para levar mais oxigênio para os músculos. O ideal é não permanecer com dúvidas como essa e sempre procurar orientação médica. Se o homem percebeu o aparecimento de varizes, é hora de se cuidar”, finaliza.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação