Aracaju (SE), 19 de agosto de 2022
POR: Ascom Unimed SE
Fonte: Ascom Unimed SE
Em: 11/07/2022 às 15h44
Pub.: 12 de julho de 2022

Saúde ocular: uso de telas aumenta casos de miopia entre os jovens


Esfregar a mão nos olhos depois de uma coceirinha, passar várias horas do dia em frente à telas são hábitos comuns e que podem até passar despercebidos, parecendo inofensivos. Mas na verdade podem gerar sérios problemas. É o que visa alertar o Dia Mundial da Saúde Ocular, celebrado no último dia 10 de julho. A data foi instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para promover o bem-estar e alertar para as doenças que afetam a visão.


Oftalmologista cooperada Unimed, Ana Carla Bittencourt Dantas - Foto: Ascom Unimed SE

Oftalmologista cooperada Unimed, Ana Carla Bittencourt Dantas - Foto: Ascom Unimed SE


A oftalmologista cooperada Unimed, Ana Carla Bittencourt Dantas, explica que o simples fato de coçar os olhos já pode gerar um problema. "Coçar os olhos não é um hábito saudável e a maior consequência é que este ato pode deformar a córnea,  gerando umas alterações chamada ceratocone que leva uma intensa baixa visual", explica a oftalmologista. 


Em 2019, a OMS lançou um relatório sobre a saúde da visão, em que relacionava um aumento exponencial de miopia entre os jovens com o uso de telas, seja de celulares, computadores ou tablets. De acordo com a publicação, o número de pessoas com a doença ocular deve devem aumentar de 1,95 bilhão, em 2010, para 3,36 bilhões em 2030. 


"Em virtude do uso do celular muito próximo aos olhos, a musculatura intraocular fica muito contraída gerando assim uma baixa visual para longe, pelo desenvolvimento da miopia. Para minimizar este dano, é preconizado que se faça pausas de pelos menos 5 minutos a cada hora de uso do celular", recomenda a médica. 


"Outro dano é decorrente das luz azul emitida pelas telas, que de acordo com a literatura, pode levar à lesões na córnea (parte anterior do olho) e principalmente na retina. As lentes de óculos com proteção para este tipo de luz vieram com o objetivo de minimizar estes malefícios", complementa a oftalmologista.


De acordo com a médica, a consulta com o oftalmologista deve ser feita ao menos uma vez por ano, mesmo que a pessoa não tenha doenças sistêmicas que afetam os olhos. Nestas consultas são avaliadas a visão e a  pressão intraocular, além do fundo do olho. Para proteger a saúde dos olhos no dia a dia, a médica recomenta alguns cuidados."


“Uso de óculos escuros com proteção para radiação UV, evitar coçar os olhos, usar um colírio lubrificante frequentemente e um controle no uso dos eletrônicos são cuidados que contribuem muito para mantermos uma boa saúde ocular", pontua Ana Carla.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação