Aracaju (SE), 26 de novembro de 2021
POR: Assessoria de Imprensa ITP
Fonte: Assessoria de Imprensa ITP
Em: 22/11/2021 às 07h00
Pub.: 22 de novembro de 2021

Pesquisadora do ITP representa América Latina em Programa da Fundação Carolina, na Espanha


Doutora Patrícia Severino, pesquisadora do Instituto de Tecnologia e Pesquisa e professora do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Industrial da Universidade Tiradentes (Foto: Assessoria de Imprensa ITP)

Doutora Patrícia Severino, pesquisadora do Instituto de Tecnologia e Pesquisa e professora do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Industrial da Universidade Tiradentes (Foto: Assessoria de Imprensa ITP)

A pesquisadora do Instituto de Tecnologia e Pesquisa e professora do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Industrial da Universidade Tiradentes, doutora Patrícia Severino, foi selecionada em edital de mobilidade internacional. O programa é promovido pela Fundação Coralina, em parceria com o governo de Andaluzia, na Espanha.


A iniciativa tem como objetivo fomentar a cooperação cultural e científica, além de estreitar relações entre os países da América Latina e Espanha.  Anualmente, são disponibilizadas bolsas para docentes e os contemplados podem passar de um a três meses na instituição de ensino onde será desenvolvida a pesquisa.


“É uma candidatura bem acirrada onde passamos por um criterioso processo de análise de currículo, a área de atuação, o projeto que será desenvolvido, entre outros pontos. Fui contemplada para a Universidade de Granada para atuar junto com a professora Beatriz Clares. Nós atuamos em áreas bem similares e vamos trabalhar com desenvolvimento de hidrogéis que é a expertise da docente”, salienta Patrícia Severino.


A pesquisadora, que representa o Brasil, foi selecionada ainda em 2020, mas por causa da pandemia do novo coronavírus, somente agora, após a abertura das fronteiras, conseguiu viajar para desenvolver a pesquisa.


“Com certeza terei um enriquecedor período e que refletirá em novas interações e um frutífero avanço científico. Fico muito feliz e honrada por ter sido selecionada. Muita gente tenta, várias vezes, e consegui logo na primeira que participei. Fico muito feliz também pelo apoio que recebi da Universidade Tiradentes e do Instituto de Tecnologia e Pesquisa. Houve apoio incondicional, em todos os quesitos, para que eu conseguisse executar essa proposta”, destaca.


“Ser contemplada é uma grande conquista e uma oportunidade de interação interinstitucional e internacional para graduação e pós-graduação. Além disso, tem um peso relevante também para os programas de pós-graduação, principalmente no que estou incluída que é o de Biotecnologia Industrial em que essas parcerias sempre trazem resultados futuros de publicação e possibilidade intercâmbios de graduandos, mestrandos e doutorandos. É uma oportunidade que abre portas”, completa a pesquisadora.


Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq (PQ-2), a docente da Unit possui vasta experiência na área de medicamentos, nanobiomateriais e cosméticos. Severino é farmacêutica com mestrado e doutorado pela Faculdade de Engenharia Química da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Enquanto pesquisadora tem trabalhado em colaboração técnico-científica com pesquisadores de diversas instituições do país e no exterior como Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Portugal, entre outros.


Reconhecimento
Em 2020 e 2021, a doutora Patrícia Severino foi apontada como  uma das maiores cientistas na área de Farmácia, figurando entre os 100 mil melhores pesquisadores no mundo. O reconhecimento foi publicado no Journal Plos Biology, cujo banco de dados de um estudo fez a análise do ranking mundial de cientistas.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação