07 de outubro de 2019
POR: Prefeitura de Aracaju
Fonte: Prefeitura de Aracaju
Em: 06/10/2019 às 21h44

30 conselheiros tutelares são eleitos para os seis distritos da capital sergipana


Neste domingo, 6 de outubro, quase 26 mil aracajuanos elegeram os 30 conselheiros tutelares e seus suplentes que atuarão no município de Aracaju a partir de janeiro de 2020. Realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), em parceria com a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social, e com o apoio do Ministério Público de Sergipe e do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE), o pleito contou com 28 locais de votação por toda a cidade. Mais de 400 servidores e profissionais de entidades não-governamentais trabalharam no processo de escolha da capital sergipana.


30 conselheiros tutelares são eleitos para os seis distritos da capital sergipana (Foto: Assistência Social de Aracaju)

30 conselheiros tutelares são eleitos para os seis distritos da capital sergipana (Foto: Assistência Social de Aracaju)


Para o secretário municipal da Assistência Social de Aracaju, Antônio Bittencourt, a população exerceu o papel da cidadania em um pleito no qual foram escolhidos conselheiros tutelares que atuarão pelos próximos quatro anos em defesa dos direitos das crianças e adolescentes.  “Hoje foi um dia muito importante. A população atendeu ao chamado de todos os órgãos envolvidos nas eleições para escolher os representantes dos seis distritos que irão zelar pelos direitos fundamentais de crianças e adolescentes em Aracaju. Todos esses homens e mulheres eleitos pelo voto democrático terão um enorme compromisso de cumprir com o papel de um conselheiro tutelar. É uma ação que representa, sobretudo, a importância da democracia na escolha de agentes públicos que possam fiscalizar e propor ações de políticas públicas fundamentais para as nossas crianças e adolescentes. Estamos muito felizes com os resultados e o empenho de todos os profissionais envolvidos na construção desse momento importante da democracia, estão de parabéns”, destacou o secretário.


De acordo com o vice-presidente do CMDCA, Jhonatan Rabelo, houve um crescimento de 58% da participação popular se comparado ao pleito realizado em 2015, que foi menor que 10%. “Todo o processo eleitoral transcorreu de forma tranquila, sem confusões e com o protagonismo dos cidadãos nas eleições. Esse resultado é fruto do trabalho de toda a rede da Assistência Social e dos nossos parceiros que se empenharam na divulgação. Ainda não é o número que desejamos alcançar, mas posso dizer que conseguimos fazer um trabalho de mobilização com muito êxito”, contou.


Desde o início do ano, foram realizadas inúmeras ações conjuntas de conscientização sobre a importância do Conselho Tutelar na sociedade como seminários, orientações, debates, e palestras em escolas e locais públicos. De acordo com a promotora de justiça e diretora do Centro de Apoio Operacional da Infância e Adolescência do Ministério Público de Sergipe, Lilian Carvalho, todo trabalho realizado em parceria com órgãos ligados às eleições tiveram um resultado expressivo nas urnas.


“Todas as ações planejadas trouxeram um resultado muito bom. Junto ao CMDCA, Assistência Social, TRE e outros órgãos, fizemos ações de conscientização para que a população pudesse eleger o melhor representante do seu distrito. Visitei os locais de votação e junto à minha equipe pude perceber que os eleitores participaram de forma democrática a mais uma eleição do conselho tutelar. Todo o trabalho realizado resultou na participação expressiva de toda a sociedade”, avaliou.  


Exercício da cidadania
A nutricionista Silvina Aquino votou no Colégio Estadual Tobias Barreto, no centro da capital. Para ela, os conselheiros tutelares assumem papel de grande importância na sociedade e foi fundamental ao ajudá-la no processo de adoção do seu filho. “Vim votar porque o Conselho Tutelar presta um grande serviço na garantia dos direitos das nossas crianças e adolescentes. Tenho um filho adotivo e o conselho tutelar me ajudou muito no processo de adoção. Todos deveriam dar a mesma importância que dão às eleições convencionais, porque as pessoas que votamos irão representar e cuidar da infância e adolescência no nosso município”, salientou.  


O autônomo Cleverson Passos é morador do conjunto Augusto Franco e votou na Escola Estadual Professora Ofenísia Santos Freire, situado no bairro Farolândia. Ele e toda a sua família acompanha de perto o trabalho desenvolvido pelos conselheiros tutelares do seu distrito eleitoral. “Acompanho de perto o trabalho e dedicação de um conselheiro tutelar que atua o meu bairro. Vejo que está sempre se informando e se preocupando com as nossas crianças e adolescentes. Eu, minha família e amigos fizemos questão de vim até aqui cumprir o nosso papel de cidadãos e escolher um profissional que esteja engajado na luta pelos direitos de todas as crianças e jovens, garantindo um futuro melhor para eles”, relatou.


Parceiros
Estiveram envolvidos, também, alguns profissionais do Instituto Luciano Barreto Júnior e da Ordem dos Advogados do Brasil de Sergipe (OAB-SE), entidades que possuem representatividade na composição não-governamental do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).  A Guarda Municipal de Aracaju (GMA) fez a segurança da instalação das urnas e acompanhou todo o processo eleitoral até o encerramento da  conferência dos votos.


Resultados
A apuração dos votos foi feito pelo CMDCA, junto ao Ministério Público de Sergipe e o TRE/SE, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Vargas, situada no bairro Siqueira Campos. Para cada distrito eleitoral são eleitos cinco conselheiros tutelares. Ao todo, 128 candidatos concorreram às vagas, que foram divididas, igualmente, nos seis distritos.


Conheça os 30 conselheiros tutelares eleitos:


I DISTRITO:
1º Iolanda Coelho – 745 votos
2º Jane – 502 votos
3º Alex Canela – 406 votos
4º Kadja – 378 votos
5º Letícia Feitosa Araújo Santos – 276 votos


II DISTRITO:
1º Cícera – 416 votos
2º Jucélia – 391 votos
3º Paula Matos – 380 votos
4º Claudinho – 336 votos
5º Vânia – 294 votos


III DISTRITO:
1º Flor Jurubeba – 342 votos
2º Dedé – 304 votos
3º Pereira – 304 votos
4º Marquinhos – 238 votos
5º Álvaro da Saúde – 230 votos


IV DISTRITO:
1º Kátia da Fateca – 470 votos
2º Adilson Dias – 452 votos
3º Diego dos Santos – 446 votos
4º Uedson Barbosa da Silva – 443 votos
5º José Carlos dos Santos – 362 votos


V DISTRITO:
1º Ary do São Carlos – 827 votos
2º Alex Yolle – 535 votos
3º Alisson Santos Silva – 491 votos
4º Silvania Mãozinha – 489 votos
5º Meire – 479 votos


VI DISTRITO:
1º Raposa – 307 votos
2º Tiele  - 302 votos
3º Aline – 276 votos
4º Antony – 263 votos
5º Josineide Antônia Silva Santos – 196 votos

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação