Aracaju (SE), 13 de abril de 2021
POR: Prefeitura de Aracaju
Fonte: Prefeitura de Aracaju
Em: 26/01/2021 às 16h10
Pub.: 27 de janeiro de 2021

Festival Colora: Prefeitura fomenta artes visuais e urbanas com produtos da Lei Aldir Blanc


Com o intuito de impactar a população aracajuana por meio do fazer artístico-cultural, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), iniciou, nesta semana, o Festival Colora. A iniciativa contempla as categorias Artes Visuais e Arte Urbana do Edital Janelas para as Artes, da Lei Aldir Blanc, e tem previsão de conclusão das primeiras entregas para o dia 25 de fevereiro.


Festival Colora: Prefeitura fomenta artes visuais e urbanas com produtos da Lei Aldir Blanc (Foto: Ascom Funcaju/ Prefeitura de Aracaju)

Festival Colora: Prefeitura fomenta artes visuais e urbanas com produtos da Lei Aldir Blanc (Foto: Ascom Funcaju/ Prefeitura de Aracaju)


O edital contemplou 54 produtos entre painéis pela cidade, exposições físicas, oficinas, exposições digitais, catálogos digitais, pesquisas e feira de artes urbanas. Para a construção dos painéis, foram contemplados Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Unidades Básicas de Saúde (UBS), Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF), caixas d’água de bairros e a Estação Cidadania Radialista Carlos Magno, no conjunto Bugio. A construção dos painéis terá, na balança, a identidade do profissional e as características da comunidade.


O presidente da Funcaju, Luciano Correia, afirma que o Festival vai ter um impacto extremamente positivo, principalmente após a retomada do cotidiano. "Dentre as várias entregas de produtos artísticos para Aracaju, o Festival Colora é um que especialmente vai trazer cores e alegria às nossas ruas. A cidade será uma imensa galeria a céu aberto, maravilhosamente inundada pelo melhor de nossa produção de artes visuais, selecionada na Lei Aldir Blanc em Aracaju. Nada melhor do que a arte para espantar o baixo astral trazido pela pandemia e marcar a retomada da vida normal na nossa cidade, que, espero, não tarde".


A população pode acompanhar o andamento de parte das exposições, dentre elas, a construção do painel localizado na Bibilioteca Municipal Clodomir Silva, no bairro Siqueira Campos, já demonstra grande avanço no projeto. Márjorie Garrido, uma das proponentes do projeto, explica a ideia condutora da iniciativa. “A proposta foi feita com o intuito de comemorar os 60 anos da biblioteca, construindo um painel com as três personalidades que mais contribuíram para o crescimento do espaço: o jornalista Clodomir Silva, o poeta Santos Sousa e o cordelista João Firmino” explica.


Além da homenagem às personalidades, a artista visual também fala da importância da biblioteca para os aracajuanos. “Quando conversávamos sobre o projeto com a sociedade, as pessoas lembravam da época em que iam constantemente para o espaço. Aqui, na biblioteca, muita gente vinha para ter acesso à leitura, aos estudos, às apresentações variadas, entre outras atividades que o espaço colaborou para a resistência dessa memória afetiva”, analisa Márjorie, que encabeça o projeto junto a Fernando Marinho e Gladston Barroso.


No bairro Grageru, o painel na UBS Dona Sinhazinha também já possui esboços visíveis para a sociedade. O artista visual Diego Carozo, autor da obra, ressalta a importância da medicina e dos profissionais de saúde para toda a sociedade. “A proposta foi iniciada com o intuito de trazer a reflexão referente à pandemia, à valorização dos médicos e até ao racismo estrutural. Esperamos que a obra tenha um impacto na sociedade e que traga alguma reflexão para a sociedade”, afirma Carozo.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação