Aracaju (SE), 15 de agosto de 2022
POR: Felipe Maceió
Fonte: Assessoria Kitty Lima
Em: 01/07/2022 às 17h09
Pub.: 04 de julho de 2022

Kitty Lima denuncia gargalo em atendimento e falta da vacina contra Influenza em UBS de Aracaju


Os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que procuram pela vacina contra a Influenza nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da grande Aracaju têm que lidar com uma verdadeira frustração por conta dos gargalos no atendimento por falta de profissionais e até posto de saúde sem vacina para a população. A denúncia é feita pela deputada estadual e líder da oposição Kitty Lima (Cidadania) que desde a última quinta-feira, 30, tem tentado se vacinar contra a Influenza, assim como diversas pessoas que têm buscado pela imunização nas unidades de saúde da capital, sem sucesso.


Kitty Lima denuncia gargalo em atendimento e falta da vacina contra Influenza em UBS de Aracaju - Foto: Assessoria Kitty Lima

Kitty Lima denuncia gargalo em atendimento e falta da vacina contra Influenza em UBS de Aracaju - Foto: Assessoria Kitty Lima


Na manhã da última quinta-feira a parlamentar esteve na UBS Amélia Leite, localizada no bairro Suíssa, para se vacinar contra gripe quando foi informada que as senhas para os atendimentos estavam esgotadas por conta da redução da equipe após cinco profissionais serem afastados por testarem positivo para a Covid-19. Nesta sexta-feira, 01, Kitty retornou à unidade e, mais uma vez, saiu de lá sem vacina e sem previsão de quando a unidade receberá o imunizante.


"É um absurdo a população tentar se vacinar e um posto de saúde não conseguir atender a demanda porque a Secretaria Municipal de Saúde [SMS] não remanejou profissionais para dar conta dos atendimentos, deixando apenas uma equipe para uma quantidade enorme de pessoas. O resultado disso é uma unidade de saúde lotada de usuários aguardando serem vacinados e tantos outros voltando pra casa totalmente frustrados", lamenta Kitty.


"Isso é reflexo da falta de uma gestão eficiente e um desrespeito enorme com o aracajuano, o que mostra, mais uma vez, que o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, está brincando com a saúde pública e menosprezando o bem estar da população", denuncia a deputada.


Especialistas alertam que a aproximação do inverno exige uma atenção especial das autoridades sanitárias em relação a gripe que muitas vezes é subestimada. Apesar de parecer simples, a doença, em suas mais diversas variações de vírus, a exemplo da Influenza, pode trazer complicações e levar a óbito, o que fortalece a importância de se prevenir da doença, principalmente por meio da vacinação. 


Enquanto esteve na UBS Amélia Leite, Kitty foi abordada por usuários que também buscavam a vacina contra Influenza vindas de outros bairros, a exemplo do Augusto Franco, que denunciaram a falta de medicamento nos postos de saúde do bairro.


"Assim como eu, diversas pessoas também procuraram a UBS Amélia Leite para se vacinarem, muitas delas vindas de outros postos da cidade que informaram que não tinham o imunizante, uma situação bastante preocupante que ocorre justamente em um período onde há maior incidência de casos de gripe, colocando a população e os profissionais em risco", alerta a deputada.


Indignada com a situação de falta de atenção básica à saúde dos aracajuanos, Kitty Lima é categórica ao avaliar que "enquanto a saúde pública de Aracaju está um caos, o prefeito Edvaldo Nogueira está preocupado mesmo é com seus projetos eleitoreiros para garantir a permanência de seu grupo político, que não faz nada pela população, no poder".


Diante da situação constatada, Kitty Lima enviará um ofício à SMS cobrando explicações quanto ao quantitativo do imunizante em estoque; quantas pessoas já foram vacinadas; e quais postos estão realizando a vacinação, lembrando ainda que a campanha nacional de imunização contra a influenza começou no dia 4 de abril e que o Ministério da Saúde distribuiu para estados e o Distrito Federal 80 milhões de doses com a recomendação de que os municípios ampliem a campanha contra a gripe para toda a população a partir de 6 meses de vida.


"Vamos cobrar explicações da Prefeitura de Aracaju porque, diferentemente das recomendações do Ministério da Saúde, o quadro que tem se constatado no município está em total contramão da orientação do Governo Federal", garantiu Kitty.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação