Aracaju (SE), 05 de julho de 2022
POR: MPSE
Fonte: MPSE
Em: 11/05/2022 às 00h00
Pub.: 11 de maio de 2022

Atuação conjunta do MPSE, Polícias Civil, Militar e Científica, e Deso combate furto de água no Município de Tobias Barreto


Foi deflagrada nesta quarta-feira, 11, a segunda etapa da atuação conjunta do Ministério Público de Sergipe, das Polícias Civil, Militar e Científica, e da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) para combater o furto de água no Município de Tobias Barreto. Cerca de seis pessoas foram detidas em flagrante, durante a manhã, outras seguem em investigação, e foi constatada, ainda, ligação clandestina de água em um espaço de festas e eventos no Município. Em abril, dez pessoas foram detidas na primeira etapa da operação.


Atuação conjunta do MPSE, Polícias Civil, Militar e Científica, e Deso combate furto de água no Município de Tobias Barreto - Foto: Wendell Barbosa | Deso

Atuação conjunta do MPSE, Polícias Civil, Militar e Científica, e Deso combate furto de água no Município de Tobias Barreto - Foto: Wendell Barbosa | Deso


O MPSE, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tobias Barreto, recebeu uma reclamação da Deso e instaurou o procedimento n º 31.22.01.0025 para apurar supostos furtos de água. “Após a instauração do procedimento e reuniões com todos órgãos mencionados, ajustamos a deflagração de sucessivas operações de campo para a constatação in loco dessas práticas fraudulentas. A prática dessas ligações clandestinas caracteriza crime de furto, por vezes até furto qualificado, e a constatação da clandestinidade pela polícia no local da fraude faz cabível a prisão em flagrante dos infratores. Em decorrência das operações, algumas prisões foram lavradas e outros casos também foram registrados na delegacia para fins de investigação. Diante das notícias de inúmeros outros casos semelhantes, novas operações estão sendo programadas para acontecer no Município nos próximos meses”, explicou a Promotora de Justiça Luciana Duarte Sobral.


De acordo com o Diretor de Manutenção e Operação da Deso, Carlos Anderson Pedreira, as fiscalizações são realizadas não só para coibir os desvios de água, mas também para combater roubos de cabos de equipamentos elétricos, de bombas e transformadores. “É uma ação complexa, que envolve toda uma questão operacional da Deso. Tem um desdobramento da parte criminal, mas o foco da empresa é oferecer uma melhor condição de abastecimento à localidade que está sendo afetada. Para as pessoas que sabem que estão em situação irregular, os Postos de Atendimento da Companhia estão de portas abertas para que elas peçam essa regularização cadastral, e passem a ser usuárias de fato”, ressaltou.


“A pedido do Ministério Público, a Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Científica com os peritos e uma equipe técnica da Deso estiveram em cada um desses imóveis e confirmaram a subtração de água de uma forma escancarada com uma ligação direta da rua para a casa e isso traz prejuízo para a sociedade. Tem morador com mais de um ano nessa situação irregular, são pessoas com piscinas e jardins em seus imóveis, usufruindo de água gratuitamente. Identificamos também um dos construtores, que terá uma responsabilidade agravada, porque confessou que vendeu 50 casas nesse local, com essas circunstâncias, alguns moradores regularizaram, mas outros não”, enfatizou o Delegado da Polícia Civil, em Tobias Barreto, Francisco Gerlândio.


Com informações da Deso

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação