Aracaju (SE), 25 de fevereiro de 2021
POR: ConJur
Fonte: ConJur
Em: 13/01/2021 às 18h12
Pub.: 15 de janeiro de 2021

Professora obtém rescisão indireta por atraso de dois meses no pagamento de salários


A 4ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho reconheceu o direito de uma professora à rescisão indireta do contrato de trabalho, em razão do atraso salarial de dois meses. Segundo o colegiado, o pagamento do salário figura entre as principais obrigações do empregador no âmbito do contrato de...


Confira matéria completa em ConJur

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação