11 de maio de 2019
POR: José Lima Santana
Fonte: José Lima Santana
Em: 11/05/2019 às 15h22

A UFS? POR QUE A UFS? :: Por José Lima Santana


José Lima Santana* - jlsantana@bol.com.br


A UFS? POR QUE A UFS? - José Lima Santana - Foto: Arquivo pessoal

A UFS? POR QUE A UFS? - José Lima Santana - Foto: Arquivo pessoal

Não há uma ação volitiva sem uma intenção que lhe sirva de alicerce. Todo ser humano faz ou diz o que quer, tendo por pano de fundo uma causa, um objetivo. E daí resultam consequências. No último 1º de maio, Dia do Trabalho, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, num canal de televisão fechada proferiu um despautério sobre a Universidade Federal de Sergipe.
    
Por que a UFS foi a bola da vez do tal ministro, a ser, pode-se dizer, “esfaqueada”?


Primeiro, o tal ministro fez uma comparação, no mínimo, indevida, pois não se pode comparar entidades com situações díspares. O tal Onyx claudicou feio. Errou, porém, deliberadamente. Estava sem apontamentos, mas, com o que queria dizer na ponta da língua. Lição aparentemente bem absorvida pelo tal ministro. Mas, a bem dizer, pessimamente absorvida. O tal ministro em sua sanha miserável de justificar o que lhe interessava justificar, MENTIU. Mentiu feio. Mentiu descaradamente.
 
Disse o tal ministro, como se estivesse dando uma aula (e como se aula ele soubesse ministrar), embora esteja ministro (e essa qualidade não tem nada a ver com a aptidão para dar aulas), e disse de forma enfática, que a Universidade Federal de Sergipe não tinha nenhum projeto de doutorado e mestrado com nota 5. Mentiroso!!! Enganador. A serviço de quem estava o tal ministro ao proferir tamanha e deslavada MENTIRA? O que ele pretendia, ao certo? Por que não procurou no Ministério da Educação os dados corretos? Não lhe interessavam tais dados? Por que? Ministros podem mentir? No Brasil, talvez. No atual governo (e em governos anteriores) com certeza. Podem, mas não devem. Jamais deveriam.
 
No dia 2, ao que parece, Sergipe amanheceu alvoroçado com a MENTIRA suja (como se houvesse mentira limpa!) desse tal ministro. Nas redes sociais, na imprensa, em todos os lugares vozes se levantaram para dizer de tudo. O mais importante, o que realmente importava dizer, naquele momento, pouquíssimas vozes o disseram: que o ministro MENTIU. Malditas sejam as mentiras. Maldita seja a MENTIRA do tal ministro da Casa Civil.

De lá para cá, da Câmara Municipal de Aracaju ao Congresso Nacional, parlamentares ergueram suas vozes em combate ao tal ministro mentiroso. À MENTIRA que ele irresponsavelmente lançou nos ares do Brasil, maculando a imagem da Universidade Federal de Sergipe, nos seus 51 anos de benefícios ímpares em prol de Sergipe e dos sergipanos, levantou-se o repúdio, embora a própria UFS tenha sido parcimoniosa em rebater a MENTIRA. Porém, o tal ministro não sabe nada a respeito da nossa UFS, a não ser o que ele disse em sua fala torpe, na TV: a MENTIRA que ele criou, ou alguém criou para ele.

Não é fácil engolir MENTIRAS, muito menos se ela vem da boca de uma autoridade pública, que tem o dever de bem servir ao povo, e não a pessoas ou grupos de pessoas. Ainda hei de perguntar: a quem o tal ministro procurou servir com a fala eivada de MENTIRA? É óbvio que ele jamais dirá. Nem precisa. Ao menos, para mim. Imagino.


Podem dizer que o tal ministro queria apenas desmerecer o ensino superior público, e, mais de perto, as Universidades Federais. Ora, bolas! Muitos o querem fazer. E, pior, o fazem. É verdade que o ensino superior público precisa melhorar certos aspectos. Mas, o privado, muito mais, em tese. Todos os índices oficiais ou oficiosos dizem isso.
 
Bem. Eu deixei para escrever este artigo, passadas as emoções dos dias logo após o dia 1º. A primeira parte do artigo vem até aqui. Não tenho outra pretensão, a não ser enfatizar e repudiar a MENTIRA do tal ministro, quando ele disse, repito, que a Universidade Federal de Sergipe não tinha nenhuma nota 5 em seus projetos de doutorado e mestrado. O tal ministro sabia que tinha, e tem. Claro que sabia. Mas, a MENTIRA precisava ser jogada nos ares. O tal ministro tinha intenções sórdidas com a tal MENTIRA. Esqueceu-se, contudo, de que MENTIRAS tinham, como têm, deveras, pernas curtas. Curtíssimas.

A segunda parte deste artigo é a mais curta. Curtíssima. É apenas para dizer que a Universidade Federal de Sergipe, embora sendo uma das menores dentre as Federais, até mesmo pelo próprio porte do nosso estado, tem prestado serviços incomensuráveis ao povo sergipano, nas mais diversas áreas da vida social, econômica e política.
 
O custo das universidades federais é grande? Prove-se de forma concisa e busque-se as correções de rumo, se for mesmo o caso. Se for.

Como professor da UFS, não me senti diminuído com a provocação MENTIROSA da fala do tal ministro. Afinal, esse tal ministro é infinitamente menor do que a Universidade Federal de Sergipe. Ele é só Onyx. Nada mais.

 


*PADRE. ADVOGADO. PROFESSOR DA UFS. MEMBRO DA ASL DA ASLJ E DO IHGSE
Confira AQUI mais artigos do José Lima Santana
Confira AQUI mais artigos da autoria de José Lima Santana publicados no ClicSergipe antigo

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Fale Conosco