Aracaju (SE), 18 de junho de 2021
POR: Edjane Oliveira
Fonte: Assessoria João Daniel
Em: 09/06/2021 às 18h03
Pub.: 10 de junho de 2021

Tentativa de controle: João Daniel repudia proposta de voto impresso, como defende Bolsonaro


A proposta de voto impresso foi repudiada pelo deputado João Daniel (PT/SE), durante a sessão da Câmara Federal nesta quarta-feira, dia 9. O tema foi debatido numa Comissão Geral na Casa na manhã de hoje, com a participação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Roberto Barroso, diante das várias propostas que tramitam na Câmara de alteração da legislação eleitoral, entre elas a que trata da impressão dos votos.


Tentativa de controle: João Daniel repudia proposta de voto impresso, como defende Bolsonaro (Foto: Pablo Valadares/ Câmara dos Deputados)

Tentativa de controle: João Daniel repudia proposta de voto impresso, como defende Bolsonaro (Foto: Pablo Valadares/ Câmara dos Deputados)


O deputado João Daniel ressaltou sua grande preocupação com relação a essa questão. Segundo ele, o Brasil e o mundo sabem e reconhecem que temos um dos sistemas eleitorais mais seguros e modernos. Segurança essa que foi destacada pelo presidente do TSE durante a Comissão Geral, ao afirmar que nosso sistema eleitoral eletrônico é seguro, transparente e auditável. “O que está ocorrendo é que Bolsonaro sabe que será derrotado nas eleições de 2022. Ele sabe que não terá condições de vencer as eleições porque é uma farsa, uma mentira, com uma política da enganação e da morte. Ele sabe que enganou a população para se eleger e agora precisa montar um novo esquema, por isso diz que as eleições eletrônicas não são seguras”, afirmou.


O parlamentar reafirmou sua confiança no sistema eleitoral eletrônico atual, que levou o Brasil a ser respeitado e a ser reconhecido internacionalmente pela segurança da forma como realiza as eleições no país. “Não à impressão do voto. As cédulas impressas, como quer Bolsonaro, é para as milícias e seu poder atuarem para controlar o voto. Nosso apoio ao nosso atual sistema de eleições eletrônicas, ao TSE e a todos os funcionários da Justiça Eleitoral”, finalizou o deputado.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação