Aracaju (SE), 01 de julho de 2022
POR: Marcelo Carvalho
Fonte: Assessoria
Em: 07/03/2022 às 13h28
Pub.: 07 de março de 2022

Diretoria executiva da Apae Brasil e coordenadores de Educação Física participarão do Congresso Técnico da 23ª Olimpíadas das Apaes


Reunião será realizada em Aracaju (SE). Competição ocorrerá entre 5 e 10 de dezembro.


 


Membros da diretoria executiva e equipe técnica da Federação Nacional das Apaes (Fenapaes)  se reunirão em Aracaju (SE), a partir desta quarta-feira (9), com os coordenadores de Educação  Física, Desporto e Lazer das Federações de Estado (Feapaes) para participar do Congresso  Técnico da 23ª Olimpíadas Especiais das Apaes 2022 – Edição Nacional. O encontro acontecerá  até sexta-feira (11), no Aquários Praia Hotel, e contará com a presença do presidente José Turozi,  dos diretores William Ferreira (Social) e Carlos Mariz (Assuntos Internacionais), da presidente  da Feapaes de Sergipe, Mônica Carmélia Souza, do coordenador nacional Roberto Soares e do  gerente Operacional da Apae Brasil, João Batista.


Estatutário e realizado a cada três anos, desde 1973, o evento deste ano ocorrerá entre 5 e 10  de dezembro, na capital sergipana, com a participação de 1,6 mil pessoas, entre atletas, técnicos  e acompanhantes de todo o país. Segundo o regulamento, para chegar às Olimpíadas, os atletas  precisam disputar as competições municipais e estaduais. Serão 11 modalidades, sendo quatro  coletivas (basquete, handebol, futsal e futebol society) e sete individuais (atletismo, natação,  ginásticas rítmica e olímpica, tênis de mesa, capoeira e bocha).


O Centro de Convenções de Sergipe será o QG da organização e, possivelmente, utilizado para  a abertura do evento. Já as atividades esportivas acontecerão em diversos locais, como Ginásio  Constâncio Vieira, Sesc, Universidade Tiradentes (Unit) e Universidade Federal de Sergipe (UFS),  por exemplo.


O presidente José Turozi afirma que, mais do que uma ferramenta poderosa e capaz de oferecer  inúmeros benefícios para o corpo e a mente do ser humano, o esporte é um importante pilar  para o desenvolvimento e a promoção da inclusão social e da cidadania, sobretudo no que diz  respeito às pessoas com deficiência. De acordo com Turozi, as Olimpíadas das Apaes mostram à  sociedade brasileira que essa população tem capacidade de realizar uma mesma atividade que  uma pessoa sem deficiência.


“Mais do que representar seus estados, ganhar medalhas e fazer novas amizades, as Olimpíadas  são o momento em que nossos assistidos demonstram autonomia, determinação e superação. Por isso, a Rede Apae Brasil estimula a prática do esporte. E para que nós possamos ter êxito na  competição, realizamos o congresso técnico para ajustar e consolidar nosso planejamento, a fim  de que possamos propiciar um momento ímpar aos atletas do movimento apaeano e, por meio  da atuação deles no esporte, despertar a atenção de todos a respeito da importância de eliminar  barreiras, principalmente as atitudinais, que impedem a plena e efetiva participação das pessoas  com deficiência na sociedade em igualdade de oportunidades com as demais pessoas”, afirma.


Roberto Soares enfatiza que, em Aracaju, a diretoria executiva e os coordenadores visitarão os  locais que receberão os jogos da 23ª edição. Já entre os temas do congresso técnico, calendário  nacional de atividades esportivas de 2022, estruturação das Olimpíadas, prazos e procedimentos  para envio das documentações e atualização dos regulamentos técnicos e geral do evento.


“Todos nossos esforços são sempre para realizar o melhor evento. Por isso, a nossa expectativa  é que a gente consiga construir um evento melhor que o anterior, tanto de participação quanto  de estrutura e motivação, a fim de que possamos possibilitar as melhores experiências ao nosso  público”, acrescentou Soares.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação