Aracaju (SE), 13 de agosto de 2022
POR: Letícia Sandes
Fonte: Assessoria do Evento
Em: 10/12/2021 às 16h12
Pub.: 10 de dezembro de 2021

Programação cultural da Feirinha da Gambiarra abrange diversos públicos


A mistura de diversas manifestações culturais características da capital sergipana, acompanhada de estandes com produtos, serviços e opções de entretenimento para públicos de todas as idades, tudo isso define a Feirinha da Gambiarra. Completando 24 edições no domingo, 12, o evento, que movimenta a economia criativa em Aracaju, reunirá uma programação cultural que promete divertir desde a criança ao idoso.


Banda Bacuri (Foto: Jonatha Dionísio/ Estúdio Gambiarra)

Banda Bacuri (Foto: Jonatha Dionísio/ Estúdio Gambiarra)


Oferecendo em um só local diversas opções de lazer, como estandes expondo produtos e serviços, karaokê, espaço para fazer tatuagens, espaço para crianças, para os bichinhos de estimação e música ao vivo, o evento será realizado no Parque da Sementeira. 


“A Feirinha da Gambiarra é algo que fazemos para todos os públicos e tentando oferecer atrações culturais para todos os gostos. Um dos nossos objetivos é fazer o aracajuano sentir a cidade e aproveitar. Por isso, valorizamos também uma programação cultural e atrações que contribuam com esse objetivo”, afirmou a idealizadora do projeto, Isabele Ribeiro. 


Uma das atrações confirmadas para o evento de domingo é a banda Bacuri. Com apresentações que têm como objetivo divertir a criançada, mas também estabelecer um lugar de fala de igual para igual, o projeto surgiu de uma vontade dos integrantes de trabalhar com criança, de construir projetos para criança, de interagir e de ter uma troca com o público infantil. E, de acordo com uma das vocalistas do grupo, Diane Veloso, foi justamente na Feirinha da Gambiarra que esse desejo virou realidade.


“A Bacuri surge na Feirinha da Gambiarra, é nosso local de carinho, de afeto muito grande. A gente já se apresentou algumas vezes na Feirinha, é sempre o nosso ponto de pouso, nós estamos sempre lá e somos sempre recebidos com muito carinho, com muito afeto. Tocar na Gambiarra é um imenso prazer. Eu acho extremamente importante que esses espaços existam. Eles dão espaços para pequenos produtores e também porque levam para praça, para espaços públicos e nós precisamos ocupar esses lugares, fazer entender que nós somos esses espaços também, dar luz a eles, numa forma democrática de estar vivenciando a cidade”, disse Diane Veloso.


Prometendo uma apresentação cheia de diversão, troca com o público infantil e muita alegria, algo característico da banda, Diane Veloso revelou um pouco do que vai acontecer no palco.


“Para a apresentação de domingo nós vamos levar nossa alegria, nossa irreverência, porque a criança também está nesse lugar da inteligência intelectual e emocional, então jogamos também com isso, no sentido de troca. O nosso repertório está sempre nesse lugar de um resgate, de uma música que a gente acredita, que a gente se emociona e a gente mescla com músicas autorais, que também é o nosso foco de interesse”, revelou a vocalista da Bacuri.


Além de entretenimento musical para o público infantil, o palco da Gambiarra receberá também a cantora Yanna, retornando a um palco aracajuano. Destacando sua alegria em retornar a Aracaju, Yanna contou que a última vez que se apresentou na capital sergipana foi antes da pandemia.


“Eu estou muito animada por cantar na Feirinha, porque é muito bom estar fazendo show em um lugar em que você vê que vão ter pessoas que vão me conhecer, mas também vão estar todos os meus amigos lá e eu vou poder matar a saudade dessa sensação”, pontuou a artista.


Com relação ao evento, em especial, a cantora ressaltou a importância de se apresentar em um espaço como esse e ainda prometeu muita emoção. “Eu me sinto muito feliz por ter um evento em Aracaju que valoriza tão bem o que tanto os produtores independentes quanto os artistas tem pra oferecer, mas nem sempre têm a oportunidade de espaço para mostrar seu trabalho. Então, eu fico feliz que meu retorno aos palcos em Aracaju seja na Feirinha da Gambiarra. O pessoal pode esperar que vai ser um show animado e emotivo,  porque é muito bom estar de volta aos palcos e poder voltar para Aracaju para celebrar isso”, afirmou Yanna.


Realizado em diversos espaços públicos da capital, um dos objetivos desse projeto, que acontece desde o ano de 2012, é fazer com que a população aracajuana perceba a cidade e reforce sua sensação de pertencimento. Por isso, o evento foi pensado também para ser um espaço de lazer, onde as pessoas podem ir apenas para passear e aproveitar o ambiente. Nesse sentido, uma opção oferecida ao público é a praça de alimentação, onde os visitantes podem aproveitar o ambiente enquanto provam opções gastronômicas. 


Esta será a última edição da Feirinha da Gambiarra este ano. E, para fechar 2021 com tudo, uma atividade que retornou a programação foi o karaokê, uma opção de entretenimento disponibilizada em edições anteriores, mas que, devido a pandemia da covid-19, teve que ser suspensa, atendendo às medidas de segurança impostas pelos órgãos de saúde. 


A última Feirinha da Gambiarra do ano começará às 15h e tem entrada gratuita. Para participar o público precisa apenas contribuir com um item de higiene pessoal como, por exemplo, shampoo, sabonete, creme dental e outros, que será destinado ao Projeto CrerSer, instituição adotada pela edição.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação