Aracaju (SE), 08 de dezembro de 2021
POR: Carla Passos
Fonte: Carla Passos
Em: 22/11/2021 às 00h00
Pub.: 22 de novembro de 2021

Palestra sobre a retomada do turismo no Brasil e em Sergipe


Será no II Seminário de Profissionais de Turismo em Aracaju e terá ainda palestras de grandes nomes do turismo nacional.


Palestra sobre a retomada do turismo no Brasil e em Sergipe (Imagem: Divulgação)

Palestra sobre a retomada do turismo no Brasil e em Sergipe (Imagem: Divulgação)


Um dos setores mais afetados com as medidas restritivas do combate ao Covid-19 foi o turismo, mas agora ele começou a se recuperar em “V”, ou seja, a retomada tem sido intensa depois de uma queda vertiginosa. É tanto que nos últimos dois feriadões tivemos praticamente 100% de ocupação em hotéis de todo o país.


Esse será o tema da minha palestra no II Seminário Internacional de Turismólogos e profissionais do Turismo, que será realizado entre 23 e 25 de novembro, que acontece em Aracaju. O evento nasceu em plena pandemia e de forma híbrida, grandes nomes do Turismo nacional e internacional estão reunidos neste evento, para falar sobre a Criatividade no turismo: tendências e oportunidades, um dos palestrantes o professor doutor Mário Beni, conhecido como "guru do Turismo brasileiro" fará a palestra magna de abertura, falando sobre as inovações para esse período do "novo turismo".


Alguns palestrantes internacionais da França e Espanha, trarão a experiência do que vêm acontecendo em todo mundo. Segundo a presidente da ABBTU/ SE e Rede Internacional de Turismo Ellen Carvalho, também criadora do evento, "o papel do evento é trazer um norte para todos os profissionais do Turismo neste momento de incertezas, como também uma qualificação continuada. O setor do Turismo foi um dos que mais sofreram com a pandemia, vários profissionais mudaram de setor para sobreviver. O evento traz um alento e mostra novas oportunidades”, afirmou.


Um dos temas que abordarei na minha palestra será o fato de em torno de 11 milhões de turistas brasileiros que viajam para o exterior agora estão viajando dentro do Brasil, além dos 90 milhões que já viajavam aqui dentro e agora estão viajando mais intensamente. De acordo com o Ministério do Turismo, o plano principal é fidelizar esse turista brasileiro que ia para o exterior e deixava US$ 19 bilhões fora.


O Ministério também está querendo aproveitar a grande demanda internacional por turismo de natureza. Em 2019, antes da pandemia, de cada 100 buscas por turismo no Google International, 10 eram por turismo de natureza. Atualmente, de cada 100 buscas, 54 são por este tipo de turismo. 


Lembrando que o Brasil tem seis biomas: Amazônia, Cerrado, Pantanal, Pampas, Caatinga e Mata Atlântica. Aproveito para lembrar sobre a atuação das comunidades no turismo sustentável respeitando o tripé: preservação ambiental, questões sociais e econômicas. Isso porque o dono da pousada ou o guia de turismo atuam na defesa da preservação porque sabem que se um ambiente está sujo ou devastado, o turista não volta e não indica o destino no Booking, Tripadvisor, entre outras plataformas interativas. 


Passagens aéreas
O maior gargalo da retomada do turismo no Brasil, sem dúvidas, é o preço das passagens aéreas. O aumento da procura, a alta do dólar e do preço dos combustíveis, além da pouca concorrência no mercado impulsiona os preços. O país não tem conseguido atrair outras companhias aéreas em função da grande judicialização no setor. 


Sergipe
Em Sergipe, a situação não é diferente. A proximidade do verão e a retomada da economia tem gerado grandes expectativas para a Secretaria de Estado do Turismo (Setur). Com praias, cachoeiras, Canyon de Xingó e Foz do Rio São Francisco, Sergipe também se destaca quando o assunto é turismo de natureza.


O estado já tem sentido esses efeitos positivos. Os hotéis da Orla da Atalaia, na Zona Sul de Aracaju, estavam com a taxa de ocupação em 90% no último feriado, a melhor registrada este ano, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) em Sergipe. “Conseguimos atingir a média de ocupação que tínhamos antes da pandemia. Estamos muito otimistas com o avanço da vacinação e com a redução dos casos de Covid-19 em nosso estado”, disse o presidente do órgão, Antônio Carlos Franco. Agora a expectativa do setor é para que a taxa de ocupação hoteleira também seja alta no verão. “Além do controle da pandemia, apostamos na divulgação do nosso estado que vem sendo feita em todo país”, pontuou Franco.


As inscrições podem ser feitas neste link.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação