Aracaju (SE), 20 de junho de 2021
POR: Carla Passos
Fonte: Carla Passos
Em: 02/05/2021 às 08h00
Pub.: 03 de maio de 2021

Oito lugares imperdíveis para visitar em São Paulo :: Por Carla Passos


Conhecida por ser plural, é um dos polos culturais mais importantes do país, além de ser a cidade mais populosa da América Latina.


A Avenida Paulista é o melhor resumo da cidade de São Paulo. Ela é viva, pulsante e está sempre em transformação (Foto: Carla Passos)

A Avenida Paulista é o melhor resumo da cidade de São Paulo. Ela é viva, pulsante e está sempre em transformação (Foto: Carla Passos)


São Paulo é uma cidade tão vibrante e com tantas atrações que foi difícil fazer essa seleção. Conhecida por ser plural, é um dos polos culturais mais importantes do país, além de ser a cidade mais populosa da América Latina. Já estive muitas vezes em São Paulo, geralmente a trabalho, mas sempre fazia questão de estender a viagem para curtir o final de semana na “terra da garoa”. Fiz uma seleção para a pessoas que não conhecem a cidade ou que não conhecem tão bem. De qualquer forma, eu sempre volto a alguns desses lugares quando retorno a São Paulo.


De segunda a segunda há peças de teatro e exposições em cartaz, bares e restaurantes abertos a qualquer hora, além de eventos e atrações para todos os gostos, mas nesse texto vou me dedicar aos passeios que mais me encantaram na cidade.
Para começar, qual a melhor época para conhecer São Paulo? O outono e o inverno são mais secos, com dias agradáveis e noites frias; a primavera é chuvosa e o verão registra trombas d’água no final de tarde. Fins de semana e feriadões são perfeitos para visitar a cidade: as diárias dos hotéis baixam e a fluidez do trânsito barateia as corridas de táxi e Uber. 


Outra importante informação é: onde ficar em São Paulo? São diversas as opções, o ideal é estar o mais perto possível das atrações que você vai visitar. A Avenida Paulista, a Vila Olimpia e a Vila Madalena são boas opções. O Centro da Cidade tem muitas atrações, mas não foi um dos meus lugares preferidos para hospedagem. Mas se quiser ficar por lá, escolha um hotel perto de estação de metrô e de bares e restaurantes, que é onde tem mais movimento.


Então vamos a lista de atrações:


1 - Passeio pelo centro Histórico de São Paulo


Além do teatro municipal de São Paulo, tem outras atrações no centro histórico (Foto: Carla Passos)

Além do teatro municipal de São Paulo, tem outras atrações no centro histórico (Foto: Carla Passos)


O centro antigo de São Paulo guarda e preserva a história por mais de 450 anos desde a sua fundação e é a prova de que a maior cidade do país vai muito além da gastronomia e das compras. Caminhe pelo centro, visite museus e desvende a arquitetura desta gigante metrópole. É claro, aproveite o dia também para fazer umas comprinhas na principal região comercial da cidade. A rua José Paulino é ideal para compra de roupas e a 25 de março tem de tudo que você possa imaginar. Entre as atrações do centro estão a Catedral da Sé, a Estação da Luz, Teatro Municipal, a Pinacoteca do Estado e o famoso Mercadão de São Paulo, que vai merecer um tópico só para ele.


2 - Mercadão


Nada representa mais o mercadão do que o lanche de mortadela super recheado (Foto: Carla Passos)

Nada representa mais o mercadão do que o lanche de mortadela super recheado (Foto: Carla Passos)


O Mercado Municipal atrai milhares de visitantes pela boa comida, ambiente agradável e arquitetura incrível. O colorido das barracas de frutas se misturam aos desenhos maravilhosos dos vitrais que enfeitam o Mercado. O espaço é parada obrigatória para quem quer provar os famosos lanche de mortadela, sanduíche de pernil ou o pastel de bacalhau, tudo bem recheado e exagerado. No Mercadão o cliente também encontra especiarias, produtos imputados, açougue, peixaria, queijos, etc.


3 - Almoço em uma cantina Italiana


Famiglia Mancine: tão celebres quanto suas massas bem servidas, são as filas na porta (Foto: Carla Passos)

Famiglia Mancine: tão celebres quanto suas massas bem servidas, são as filas na porta (Foto: Carla Passos)


São Paulo também oferece muita experiência culinária, mas de todas as correntes migratórias que chegaram por lá, a mais forte é a italiana. Por isso não saia da cidade sem conhecer uma tradicional cantina italiana. Recomendo muitíssimo a Famiglia Mancine, mas se prepare: tão celebres quanto suas massas bem servidas, são as filas na porta. A comida é boa, o cardápio variado com todo tipo de massa e molho que você pode imaginar.
 
4 - Eatly


A proposta é reunir todos os alimentos italianos de qualidade em um único lugar (Foto: Carla Passos)

A proposta é reunir todos os alimentos italianos de qualidade em um único lugar (Foto: Carla Passos)


A ideia do Eataly surgiu em 2004 e, após três anos de intensa pesquisa, foi inaugurado na região de Turim, Itália. A proposta é reunir todos os alimentos italianos de qualidade em um único lugar, tornando possível comer, comprar e aprender no mesmo espaço. Isso porque oferece diversos cursos e workshops em sua programação.


Quase uma década após o lançamento, a rede já tem 38 franquias ao redor do mundo, sendo 15 na Itália, e as demais no Japão, EUA, Dubai, Istambul, entre outros. O primeiro Eatly da América Latina foi inaugurado em 2015 em São Paulo, local que reúne o maior número de italianos fora da Itália. São 4.500 m², mais de 8 mil produtos, 6 restaurantes, cafeterias, confeitaria, sorveteria, bar de vinhos e no centro um grande mercado de produtos que você pode comprar e levar pra casa.


5 -Terraço Itália


Chegue no final da tarde para curtir a vista de dia e de noite (Foto: Carla Passos)

Chegue no final da tarde para curtir a vista de dia e de noite (Foto: Carla Passos)


O Edifício Itália possui 165 metros de altura, 41 andares e é o segundo edifício mais alto de São Paulo. Foi projetado e arquitetado pelo alemão Franz Heep e inaugurado no ano de 1965. Do alto de sua cobertura é possível ter uma visão panorâmica em 360 graus da cidade.


O Terraço Itália é um restaurante especializado na culinária italiana, que está em funcionamento desde o ano de 1967. É preciso fazer reserva antes. Mas tem também a opção de ficar no bar do Terraço. Caso queira somente visitar é possível e custa R$ 30,00 por pessoa.


A dica é chegar no final da tarde para acompanhar o pôr do sol e apreciar a vista de dia e à noite.


6 -  Av. Paulista
A Avenida Paulista é o melhor resumo da cidade de São Paulo. Ela é viva, pulsante e está sempre em transformação. Andar pela avenida é uma experiência intensa e rende muitos dias de passeio. Se você está na cidade e não sabe muito bem o que fazer, certamente a Paulista é o melhor ponto de partida. O local é o centro financeiro de São Paulo, mas lá você também encontrará uma grande variedade de espaços culturais, restaurantes e museus, (entre eles o Masp que vou falar mais em outro tópico). Também é uma ótima experiência caminhar na Paulista à noite.


7 - Masp


Quatro pilares laterais sustentam a construção, formando um vão livre de 74 m de comprimento (Foto: Carla Passos)

Quatro pilares laterais sustentam a construção, formando um vão livre de 74 m de comprimento (Foto: Carla Passos)


O Masp pode até não ser o museu com a programação cultural mais vibrante da cidade, mas é a instituição cujo acervo permanente mais enche de orgulho os corações paulistanos. O arrojado prédio modernista projetado pela arquiteta italiana Lina Bo Bardi – apenas quatro pilares laterais sustentam a construção, formando um vão livre de 74 m de comprimento – abriga uma significativa coleção de arte brasileira com obras de nomes consagrados como Cândido Portinari, Anita Malfatti, Di Cavalcanti e Vitor Brecheret. Porém foi o admirável acervo de peças estrangeiras que fez do Masp, a partir de 1947, o ano de sua inauguração, o museu-símbolo de uma São Paulo cosmopolita como qualquer outra grande cidade da Europa e Estados Unidos.


A última vez que estive no Masp foi para ver a exposição da Tarsila do Amaral. Ela foi a artista que mais levou público para o Masp: 402 mil pessoas. Eram 92 obras e a exposição finalizava com o Abapuru. Avistar a obra no final da exposição foi um momento emocionante. 


8 - Parque Ibirapuera


Quintal dos moradores de São Paulo, o Parque Ibirapuera é uma das principais áreas de lazer da cidade (Foto: Carla Passos)

Quintal dos moradores de São Paulo, o Parque Ibirapuera é uma das principais áreas de lazer da cidade (Foto: Carla Passos)


Quintal dos moradores de São Paulo, o Parque Ibirapuera é uma das principais áreas de lazer da cidade. Construído para comemorar o IV Centenário de São Paulo, tem mais de 1,6 km² de área. Tem gente que vai pra lá todo dia fazer uma caminhada, pedalada ou corrida, ou ainda aproveitar as quadras de esportes. Nos finais de semana é mais movimentado.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação