Aracaju (SE), 11 de agosto de 2022
POR: Marcio Rocha
Fonte: Marcio Rocha
Em: 30/06/2022 às 14h36
Pub.: 30 de junho de 2022

A coragem para transformar vidas :: Por Marcio Rocha


Mais uma vez, não vou descomplicar a economia para você, amigo leitor. Falemos sobre quem ajudou milhares a fazer isso. Pessoas que crescem na vida, vindo da raia miúda da sociedade são aquelas que mais nos enchem de orgulho. Ainda mais quando é alguém que faz parte das nossas vidas de forma direta ou indireta. Pois esse é o exemplo do professor Jouberto Uchôa de Mendonça, que faz parte da vida de mais de 90 mil pessoas que têm em suas mãos, um diploma da Universidade Tiradentes. 


Empreender no mercado de ensino não é para qualquer um, poucas são as instituições que passam dos dez anos de atividade e, como todo o tipo de empresa, muitas não ultrapassam gerações. Entretanto, o Grupo Tiradentes, o sonho de um jovem que foi tecelão, inspetor escolar (o popular bedel), zelador, secretário escolar e diretor de escola, era empreender e montar o seu negócio na atividade que era sua paixão, ensinar. Surge então, em 1962, o Colégio Tiradentes. Dizem que foguetes não têm marcha ré, pois foi nesse sentimento que o professor Uchôa embarcou e levou seu sonho adiante. Seguindo a linha do tempo vieram a Faculdade Tiradentes, Universidade Tiradentes e o avanço por todo o nordeste brasileiro, além das atividades em EAD, levando a Unit para o mundo, aportando em Boston, sendo uma das poucas universidades brasileiras internacionalizadas de fato. A coragem do tecelão levou Sergipe além-fronteiras.


De uma pequena escola no Bairro Industrial, Uchôa descomplicou a educação. E de forma correlata, descomplicou várias áreas, o Direito, a Administração, a Comunicação, e como sempre digo, a Economia, além de outras tantas. É praticamente impossível que não conheçamos alguém que tenha sua formação superior promovida pela Unit. E sempre simpático, Uchôa mostra no brilho de seu olho quando reconhece alguém que fora aluno da universidade e manifesta sua alegria quando ouve o agradecimento de algum dos seus mais de 90 mil alunos formados. Pra ser mais exato, em números de 2021, 91.559 alunos de mais de 60 cursos de graduação, mais de 20 especializações, 10 MBA’s, além de cinco mestrados e cinco doutorados. A coragem do empresário transformou a história de quase 100 mil pessoas. 


Além de ser um dos maiores pagadores nominais de impostos do estado, certamente o maior contribuinte da área de educação, o Grupo Tiradentes é agente participativo da vida social sergipana em todas as greis sociais, seja como propulsor indireto do desenvolvimento econômico do estado, como agente direto no crescimento econômico pessoal individual e coletivo das pessoas, tal qual no desenvolvimento social dos locais onde está presente. Programas de assistência social em parceria com o estado de município oferecem serviços para a população, com a chancela da Unit nas áreas do Direito, Assistência Social, Psicologia, Educação, Medicina e Saúde, Cultura e Arte, além de muitos outros que se começar a enumerar ultrapassarão o meu limite de caracteres. A coragem do educador promoveu clivagens que geraram metamorfoses sociais.


Por fim, devemos ressaltar a relação intrínseca com a imprensa que a Universidade Tiradentes sempre teve. Será que por ter sido a primeira escola de jornalismo de Sergipe? Não sei se sim, penso que talvez. Entretanto para mim, enquanto jornalista é motivo de orgulho estampar o diploma de Jornalismo cursado na Universidade Tiradentes, e ainda mais conviver com pessoas que se formaram lá, àqueles que entraram na primeira turma do curso, em 1981. O curso de Jornalismo da Unit e eu temos a mesma idade. Hoje, são mais de 1.500 jornalistas formados pela Unit, que me deu amigos, colegas e no meu caso, formou a minha família, por razões totalmente óbvias, como sabem. A contribuição da universidade para a comunicação de nosso estado é muito maior que se pensa, pois deste celeiro formador profissional saíram grandes talentos que aqui estão, que foram para outros estados e até para outros países, levando em seu bojo o conhecimento aplicado ao talento presente. A coragem do homem falante e sorridente abriu os caminhos da comunicação.


São 60 anos de uma história dura, árdua, complexa e difícil, mas o amor pela educação, a coragem de empreender, a vontade de realizar fez com que mais de 90 mil vidas fossem transformadas. Vidas essas que se entrelaçam em todas as áreas do conhecimento, levando o melhor ensino para as pessoas, mudando direções, invertendo situações, abrindo oportunidades, dando guinadas pessoais, transformando vidas todos os dias.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação