Aracaju (SE), 19 de setembro de 2021
POR: Marcio Rocha
Fonte: Marcio Rocha
Em: 02/06/2021 às 11h29
Pub.: 04 de junho de 2021

Comportamento do emprego em Sergipe no primeiro trimestres de 2021 :: Por Marcio Rocha


Nesta semana, a coluna traz para você uma radiografia do mercado de trabalho em Sergipe. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) trimestral, realizada pelo IBGE e divulgada nesta semana. De forma rápida, descomplicamos a formação do mercado de trabalho no estado, e identificamos como a pandemia da COVID-19 tem prejudicado a economia no nosso estado, provocando um preocupante índice de desocupação em Sergipe.


Marcio Rocha (Foto: Arquivo Pessoal)

Marcio Rocha (Foto: Arquivo Pessoal)


De acordo com a PNAD Contínua (IBGE), Sergipe apresenta uma taxa de desocupação preocupante, com o indicador apontando 20,9% no final do primeiro trimestre de 2021. O crescimento diante do mesmo período do ano passado foi de +5,4%.


Atualmente são 226 mil sergipanos na condição de desocupados. O número é muito superior aos 166 mil do primeiro trimestre de 2020, com elevação de +36,1%, sendo 60 mil pessoas a mais no contingente.


855 mil sergipanos estão em condição de ocupação, segundo o IBGE, em março deste ano. Há um recuo de -5,7%, diante dos 906 mil no mesmo período estudado do ano passado.


As pessoas fora da força de trabalho, atualmente são 830 mil sergipanos, com elevação de +8,3% diante do mesmo trimestre do ano de 2020, que tinha 766 mil pessoas fora do mercado de trabalho, como indicado na tabela abaixo.


O número de desalentados, pessoas que não procuram trabalho ou ocupação, por diversos motivos, é de 99 mil sergipanos. Este indicador aponta elevação e +39,8%, com acréscimo de 28 mil pessoas, diante do mesmo trimestre de 2020.


Sergipe apresenta atualmente 1.910 milhão de pessoas aptas para fazer parte do mercado de trabalho, pessoas que se enquadram na condição de população economicamente ativa, em março de 2021. O número é +3,9% superior ao mesmo período do ano de 2020.


O estado de Sergipe, nos números finalizados em março de 2021, apresenta 546 mil pessoas que estão empregadas, exercendo atividade remunerada. O indicador é -7,1% menor que no ano de 2020, que tinha 588 mil pessoas nessa condição.


O setor privado, excluindo do somatório os trabalhadores domésticos, atualmente emprega 363 mil pessoas, com redução de -9,3%, sendo -37 mil pessoas empregadas.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação