Aracaju (SE), 26 de janeiro de 2021
POR: Prefeitura de Aracaju
Fonte: Prefeitura de Aracaju
Em: 01/01/2021 às 18h58
Pub.: 04 de janeiro de 2021

Edvaldo e Katarina são empossados prefeito e vice-prefeita de Aracaju


Pela quarta vez, o prefeito Edvaldo Nogueira assumiu o comando da capital sergipana ao tomar posse para o cargo, nesta sexta-feira, 1º. Ao lado da vice-prefeita, Katarina Feitoza, também empossada na solenidade, Edvaldo governará Aracaju pelos próximos quatro anos, de 2021 a 2024. Promovida pela Câmara Municipal de Aracaju, a cerimônia ocorreu no auditório do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE), de forma restrita - em virtude da pandemia do novo coronavírus -, sendo transmitida virtualmente, e contou com a presença do governador do Estado, Belivaldo Chagas, e do deputado estadual, Garibalde Mendonça, que representou a Assembleia Legislativa de Sergipe.


Edvaldo e Katarina são empossados prefeito e vice-prefeita de Aracaju (Foto: Ana Lícia Menezes/ PMA)

Edvaldo e Katarina são empossados prefeito e vice-prefeita de Aracaju (Foto: Ana Lícia Menezes/ PMA)


"É com imensa felicidade que compareço, pela quarta vez, diante deste parlamento, para tomar posse no cargo de prefeito da capital sergipana, completando a honrada distinção de inaugurar o quarto mandato como prefeito dessa maravilhosa cidade. Jamais ousei imaginar que alcançaria tal feito. Sou imensamente grato aos 150.823 aracajuanos que me delegaram, mais uma vez, a missão de cuidar da nossa Aracaju, que me acolheu como filho e munícipe, desde a adolescência. Aqui conquistei estatura pessoal e política. Constituí família, me tornei pai e avô. Fui vereador, vice-prefeito e prefeito", afirmou Edvaldo, que entra para a história como o prefeito que mais esteve à frente da administração municipal.


Em seu discurso, o prefeito enfatizou que "um novo tempo se inicia em Aracaju", e que o governo não será "de continuísmo". "É o governo que deu certo, que foi aprovado pela população, que teve a capacidade de renovar suas bases e realinhar suas intenções ao pensamento e anseio do cidadão. Nosso esforço é por uma cidade diversa em sua gente, que compreende as diferenças, que acolhe as desigualdades, que não discrimina, não reprime, não maltrata. Uma cidade feita por todos e para todos. Um governo, principalmente, que faz do trabalho um valor  inestimável, que transforma, abre consciências, amplia visões, protege, qualifica a vida do cidadão e abre mais perspectivas na vida, plasmando o seu sonho individual com a trajetória coletiva de uma cidade que também trabalha, progride, sonha, vislumbra e realiza o futuro", assegurou.


Desafios
Ao destacar os desafios para o novo mandato, Edvaldo afirmou que, neste primeiro momento, os esforços continuam concentrados no combate à pandemia do novo coronavírus, especialmente em garantir a imunização dos aracajuanos, com a vacina. "Precisamos conseguir a vacina e continuamos defendendo que o Governo Federal deve liderar o plano nacional, mas caso isso não ocorra, estamos nos preparando para que Aracaju faça a sua vacinação. Além disso, seguiremos trabalhando pela recuperação econômica, com o Plano de Estímulo já lançado, e seguiremos firmes, enfrentando o vírus, com a mesma eficácia que tem garantido a nossa cidade uma das menores taxas de letalidade do país, e a menor do Nordeste", reiterou.


O gestor também enfatizou que o ritmo de trabalho "permanecerá intenso", e que Aracaju continuará avançando "com muito trabalho, com melhorias e transformações em todos os cantos''. "Temos pela frente uma difícil batalha contra o coronavírus e seu impacto vigoroso, mas estes desafios, e outros mais que virão, movem a mim e a minha vice, Katarina Feitoza, e aos quais estaremos à serviço nos próximos quatro anos. Acordo todos os dias com mais disposição, mais empenho e mais vontade de fazer o melhor pela nossa gente", garantiu.


Realizações
Ainda em seu pronunciamento, o chefe do Executivo recordou as dificuldades enfrentadas em seu mandato anterior, encerrado ontem, dia 31 de dezembro, diante da situação de abandono em que a cidade foi encontrada, em janeiro de 2017, e destacou que, somente com planejamento, dedicação e trabalho, foi possível superar os desafios, alcançando, ao final, "uma gestão exitosa". "Todos lembram como recebemos a Prefeitura: salários atrasados, R$540 milhões em dívidas e o colapso total na prestação dos serviços municipais. Um horizonte tão caótico, que nos impôs como palavra de ordem necessária e inevitável, a reconstrução. Mesmo em um ambiente político difícil no país, colocamos o trabalho como norte principal, desfizemos as malas das ideologias,  arregaçamos as mangas e fomos trabalhar", declarou.


Neste sentido, Edvaldo ressaltou que "o trabalho como ferramenta indispensável e o compromisso em fazer o melhor para a nossa gente, nortearam a jornada" e que, atualmente, "o resultado dessa estratégia pode ser visto em realizações tangíveis, por toda a cidade, nos mais variados aspectos da vida urbana e que fazem a vida dos aracajuanos muito melhor". "Regularizamos os salários, reorganizamos as finanças com corajosos cortes, regulamos a prestação dos serviços, retomamos obras e Aracaju voltou a ter crença na sua administração municipal", salientou.


"Melhorias em todas as áreas"
O prefeito elencou, ainda, as principais ações realizadas nos últimos quatros anos em setores essenciais, como Educação, Saúde, Finanças, Infraestrutura e Limpeza Pública, com as quais a cidade ganhou diversos destaques nacionais.  "Levamos a nossa capital à distinta categoria de letra A, na rigorosa classificação do Tesouro Nacional,  implantamos um moderno, eficiente e exemplar programa digital de relacionamento e prestação de serviços remoto, o AjuInteligente, que oferece mais de mil serviços online, e realizamos a primeira Parceria Público-Privada direcionada à iluminação pública da cidade, que substituirá 52 mil pontos de luz com lâmpadas de LED, ampliando a segurança em nossa cidade", destacou.


Ele prosseguiu: "Além disso, reestruturamos a avenida Euclides Figueiredo, pondo fim a um problema histórico, recuperamos os quatro principais corredores de trânsito, colocamos em prática um gigantesco programa de recapeamento asfáltico, fazendo a manutenção diária e permanente das nossas vias e da cidade como um todo, recuperamos e construímos ciclovias, estamos erguendo a primeira maternidade pública municipal, já em fase de conclusão, e a primeira escola de ensino integral. Também demos um salto formidável na Saúde, com a implantação do Prontuário Eletrônico e do portal e aplicativo ‘Mais Saúde Cidadão', e avançamos na Educação, inovando com a Matrícula Online, e com a ampliação da oferta para mais de 32 mil alunos da nossa rede, garantindo ensino e merenda de qualidade".


Edvaldo incluiu, também, à lista de realizações, a retirada das famílias da antiga ocupação das Mangabeiras e o contrato com o Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) para o financiamento de 75 milhões de dólares. "A retirada das famílias da ocupação, considero como um marco histórico na área social. Hoje, mais de mil famílias vivem em condições dignas, enquanto aguardam a construção do Residencial Irmã Dulce dos Pobres. Já o empréstimo com o BID possibilitará a execução de um conjunto de obras estruturantes para a nossa cidade., a exemplo da construção de uma avenida perimetral - ligando a entrada da cidade até a zona de Expansão, a construção de um conjunto residencial no Lamarão com 488 casas e a reforma completa do Parque da Sementeira", enfatizou.


"Gestão cuidadosa"
A vice-prefeita Katarina Feitoza, em entrevista à imprensa, agradeceu à população pela confiança depositada neles "para fazer Aracaju crescer ainda mais". "Hoje estou bastante emocionada porque se inicia na minha vida um novo ciclo. Estarei ao lado de Edvaldo trabalhando pelos menos favorecidos, pelas mulheres, pelas crianças, pelos deficientes, por todos aqueles que precisam de uma atenção mais cuidadosa do município", destacou.


O governador Belivaldo Chagas disse que a reeleição de Edvaldo como prefeito "é um reconhecimento da sociedade ao trabalho que foi feito". "Tenho certeza de que Edvaldo e Katarina trabalharão juntamente com vereadores, alguns reconduzidos, outros que estão chegando, pelo desenvolvimento da nossa cidade, respeitando a harmonia e independência dos poderes. Todos se colocarão a serviço da sociedade aracajuana", destacou.


Edvaldo e Katarina foram empossados pelo presidente reeleito da Câmara Municipal de Aracaju, Josenito Vitale (PSD), para um mandato que se estende até o dia 31 de dezembro de 2024. A posse do prefeito e da vice-prefeita ocorreu após a posse dos 24 vereadores eleitos e reeleitos, e a eleição da nova mesa diretora para os próximos dois anos, composta por: Nitinho como presidente; Vinícius Porto (PDT) vice-presidente; Fabiano Oliveira (PP) 1º secretário; sargento Byron (Republicanos) 2º secretário; e Joaquim do Janelinha (PROS) 3º secretário.


Trajetórias
Edvaldo Nogueira é prefeito de Aracaju, reeleito no último dia 29 de novembro, com 57,86% dos votos (150.823 votos). É filiado ao PDT. Tem 59 anos e é natural de Pão de Açúcar. É casado, tem um filho e uma neta. Já foi vereador por dois mandatos, e vice-prefeito da capital sergipana, por duas vezes, em 2001 e 2005. Foi reeleito após liderar a reconstrução da capital sergipana e iniciar um amplo projeto de modernização administrativa e desenvolvimento da cidade, com obras de infraestrutura, mobilidade urbana, habitação e ações em todas as áreas.


Katarina Feitoza é delegada concursada da Polícia Judiciária do Estado de Sergipe, desde 2001. Ela ocupou diversos cargos dentro da Secretaria de Segurança Pública, entre eles o de coordenadora de Polícia do Interior e Capital, corregedora da Polícia Civil e coordenadora geral do Subsistema de Inteligência em Segurança Pública. Assumiu, pela primeira vez, a função de delegada-geral da Polícia Civil de Sergipe em 2010, mantendo-se até 2014. Reassumiu como delegada-geral em 2017, permanecendo na função até junho deste ano. É filiada ao PSD. Natural de Aracaju, é casada e tem um filho.


Presenças virtuais
Transmitida por plataformas digitais, a cerimônia contou com a presença virtual de diversas autoridades, como a vice-governadora Eliane Aquino, o procurador Geral do Ministério Público Estadual (MPE), Manoel Cabral Machado, o capitão dos Portos de Sergipe, capitão de Fragata Guilherme Padão, o defensor público geral, José Léo de Carvalho, o comandante do 28º Batalhão de Caçadores, Marco Aurélio Cavalcante, e o presidente da OAB/SE, Inácio Krauss.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação