Aracaju (SE), 04 de julho de 2020
POR: Assessoria Armando Batalha Júnior
Fonte: Assessoria Armando Batalha Júnior
Em: 30/06/2020 às 09h35
Pub.: 30 de junho de 2020

Decepcionado com a política, Armando Batalha Júnior desiste de pré-candidatura em Aracaju


O advogado Armando Batalha Júnior anunciou que não vai disputar mais um cargo político em 2020. Ano passado, ele ocupou de forma interina uma vaga na Câmara Municipal de Aracaju ao substituir o vereador Palhaço Soneca durante quatro meses. Num curto período, Armando Batalha Júnior chamou a atenção por discursos marcantes, apresentação de projetos e aprovação da Lei 5.241/19 que dispõe sobre a implementação do Compliance em Aracaju. “Dei minha contribuição, mas confesso que me decepcionei com a política, sobretudo com a produtividade na CMA, por isso desisto neste momento de disputar as eleições este ano”, declarou.


Decepcionado com a política, Armando Batalha Júnior desiste de pré-candidatura em Aracaju (Foto: Assessoria Armando Batalha Júnior)

Decepcionado com a política, Armando Batalha Júnior desiste de pré-candidatura em Aracaju (Foto: Assessoria Armando Batalha Júnior)


Quando deixou a Câmara de Vereadores em agosto de 2019, Armando Batalha Júnior foi apontado como possível pré-candidato à Prefeitura de Aracaju pelo partido Cidadania. Também foi cogitada a possibilidade de disputar as eleições municipais em São Cristóvão, onde o pai possui uma longa trajetória política. Outra opção seria disputar novamente uma vaga para vereador na capital sergipana, mas segundo Armando Batalha Júnior nenhuma das três opções o motivou a seguir na política.


Armando não esconde a frustração na política sergipana e dispara: “em poucos meses como parlamentar presenciei muito verborragia e poucas ações práticas, sem falar nas brigas por questões comezinhas. Tão logo percebi que uma andorinha só não faz verão”, destacou o ex-vereador.


Ainda de acordo com Armando Batalha Júnior, neste momento não há o menor clima para eleição municipal. “As pessoas estão perdendo a vida pela pandemia do coronavírus e suas consequências econômicas são graves. Ora, com que face os políticos vão se apresentar para pedir votos, principalmente os que não cortaram em sua própria carne para ajudar ao próximo”, desabafou.


Armando não quer mais falar de política em 2020. Torce para a pandemia passar o mais rápido possível, e diz que está aproveitando o momento para estudar e se dedicar a carreira jurídica. “Não seria justo deixar de lado o escritório, os clientes e as vitórias jurídicas alcançadas ao longo de 13 anos de advocacia. Também quer se dedicar a difundir o Compliance como profissional da área em algumas empresas privadas e públicas de Sergipe.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação