Aracaju (SE), 08 de agosto de 2020
POR: Amália Roeder
Fonte: Assessoria de Comunicação CRP19
Em: 07/07/2020 às 13h28
Pub.: 07 de julho de 2020

Psicologia: seminário debate o estágio à distância para estudantes


A proposta foi discutir a formação em Psicologia no contexto da pandemia do covid-19 e os impactos da portaria referente à flexibilização das práticas e estágios.


Psicologia: seminário debate o estágio à distância para estudantes (Foto: Assessoria de Comunicação CRP19)

Psicologia: seminário debate o estágio à distância para estudantes (Foto: Assessoria de Comunicação CRP19)


Com o objetivo de discutir a adoção da modalidade estágio remoto de Psicologia para estudantes durante a pandemia do Covid-19, o Conselho Federal de Psicologia (CFP), Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (ABEP), por meio do Conselho Regional de Psicologia de Sergipe (CRP19),  realizaram três reuniões virtuais para ouvir coordenadores, acadêmicos e supervisores de estágio em Instituições de Ensino Superior (IES) em Sergipe.


Conselheiro Presidente do CRP19, Naldson Melo (Foto: Assessoria de Comunicação CRP19)

Conselheiro Presidente do CRP19, Naldson Melo (Foto: Assessoria de Comunicação CRP19)

Coordenada pelo Conselheiro Presidente do CRP19, Naldson Melo, a live da quinta-feira, 2, reuniu e os coordenadores, Bruno Felipe Santos (Centro Universitário Ages), Conselheiro do CRP19, Saulo Almeida (UNIRB/Arapiraca), Alexandre  Bernardo (Estácio), Conselheiro e presidente da Comissão de Orientação e Fiscalização/CRP19, André Mandarino (Uninassau), Daniel Coelho ( UFS), psicóloga orientadora fiscal, Marcela Flores (docente da Faculdade Pio Décimo), Angélica Piovesan (UNIT),  Roberta  Torres (assessora jurídica/CRP19), Henrique Mendonça (gerente administrativo/CRP19) e  Eliz Marines Wiggers, membro da ABEP.


“Discutir formação é sempre importante. A proposta de diálogo amplo e democrático surge, em todos os Estados do Brasil, por meio dos Conselhos Regionais, por conta de dúvidas de coordenadores, supervisores e alunos com relação aos estágios e às práticas depois da posição adotada pelo CFP e ABEP com relação a essa pauta”, explicou Eliz Wiggers. 


A discussão esteve concentrada nos desdobramentos da Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020, do Ministério da Educação, que dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, durante a situação de pandemia do novo coronavírus, e autoriza, em caráter excepcional, a substituição das disciplinas presenciais, em cursos regularmente autorizados, por atividades letivas que utilizem recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais, por instituição de educação superior integrante do sistema federal de ensino, até o dia 31 de dezembro de 2020.


“A ABEP e o CFP apontam princípios técnicos e éticos da formação, além de especificidades das diretrizes curriculares do curso de Psicologia para uma defesa da presencialidade dos estágios. Por outro lado, é preciso ouvir sobre as vivências de cada instituição, conhecer as diferentes realidades e ter a compreensão de como esse momento tem sido acolhido por coordenadores, professores, supervisores e estudantes em final de curso”, pontua Wiggets.


Eliz Marines Wiggers, membro da ABEP (Foto: Assessoria de Comunicação CRP19)

Eliz Marines Wiggers, membro da ABEP (Foto: Assessoria de Comunicação CRP19)

“Estamos nesse processo de diálogo porque entendemos que somente assim conseguiremos construir algo benéfico para a profissão. Estamos ainda mais preocupados com a qualidade dos profissionais. As instituições de ensino são responsáveis pela formação e o Sistema Conselhos pela orientação, fiscalização e possíveis faltas éticas que venham a ser cometidas. Nesse sentido, entendemos quanto melhor a formação, melhor será o serviço prestado para sociedade e como conselho de classe estamos para proteger a população de maus profissionais”, acrescenta o Conselheiro Presidente do CRP19, Naldson Melo.


Na sexta-feira, 3, o seminário virtual, que contou também com a participação do 2º Secretário da ABEP, Caíque Azael, deu voz aos estudantes em fase de conclusão de curso. O encontro virtual buscou respostas para questões acerca do posicionamento sobre a possibilidade de que práticas e estágios profissionais passem a ser, pelo menos em parte, oferecidos na modalidade online; se essas práticas de estágios online assegurariam a formação de qualidade que se espera para a futura inserção profissional; quais condições de acessibilidade online são oferecidas  pelas instituições e se há algum limite ou dificuldade para mudança dos estágios para online no campo de atuação.


Coordenado pelo Conselheiro Secretário do CRP19, André Mandarino e com a  participação dos Conselheiro Vice Presidente, Jameson Pereira, o último encontro consultivo possibilitou que supervisores de estágios e orientadores acadêmicos das Instituições de Ensino Superior pudessem expor suas análises sobre os impactos da Portaria n.544/2020 na organização das atividades práticas e estágios em desenvolvimento, balanço dos ganhos e perdas na adaptação para oferta emergencial remota do estágio, condições de trabalho remoto,  suporte da instituição para a mudança no modo de oferta do curso e  impactos das atividades práticas de estágio e ainda os riscos para docentes e alunos da suspensão de todas as práticas e estágios no presente ano.


“Todos os Conselhos, em âmbito regional, realizaram seminários virtuais para que fossem apresentadas especificidades de cada Estado, cada Instituição de Ensino Superior. Todos os pontos apresentados por coordenadores de curso, supervisores de estágio e estudantes de Psicologia serão enviados para o CFP e ABEP que irão apresentar as várias realidades locais em um seminário nacional,  para posteriormente emitir um parecer sobre a formação em Psicologia no contexto da pandemia do covid-19 e os impactos da portaria referente à flexibilização das práticas e estágios”, concluiu o Conselheiro Presidente do CRP19, Naldson Melo.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação