Aracaju (SE), 18 de abril de 2021
POR: SES/SE
Fonte: SES/SE
Em: 01/03/2021 às 00h00
Pub.: 02 de março de 2021

Hospital João Alves Filho registra 24 vítimas de acidentes motociclísticos no final de semana


Os acidentes motociclísticos continuam fazendo vítimas no trânsito. No último final de semana, 26 a 28 de fevereiro, o Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho registrou 24 vítimas de acidentes envolvendo esse meio de transporte. Desse total, 8 pacientes precisaram continuar em observação para algum tipo de procedimento e repetição de exames. O pronto socorro do hospital contabilizou 253 atendimentos e 37 pessoas precisaram ficar internadas.


Hospital João Alves Filho registra 24 vítimas de acidentes motociclísticos no final de semana (Foto: SES/SE)

Hospital João Alves Filho registra 24 vítimas de acidentes motociclísticos no final de semana (Foto: SES/SE)


Os setores da ortopedia e sutura totalizaram 100 usuários atendidos, a área azul registrou no final de semana 88 pacientes, já os consultórios do otorrino e oftalmo somaram 14 atendimentos, além de uma pessoa para o ambulatório de oncologia. Além dos acidentes por motocicleta, outros casos foram registrados como 16 usuários com dor abdominal, 21 usuários com sintomas de febre, 21 vítimas de queda, além de 2 vítimas por arma branca e 3 por arma de fogo.


O Hospital Pediátrico Dr. José Machado de Souza registrou durante o final de semana, 43 atendimentos aos pequenos pacientes que também precisaram de assistência médica. A pequena R.P, 7, foi uma delas. Acompanhada da madrinha Isadora Rodrigues, 32, a criança estava com fortes dores na barriga e vomitando. Foi avaliada pela pediatra que concluiu o caso como infecção intestinal e já está cumprindo o uso de antibióticos.


“Minha afilhada estava passando o final de semana lá em casa e brincando com a minha filha, que também tem a mesma idade. Ela começou a reclamar de dores na barriga e já fiquei preocupada, pois ela estava sob os meus cuidados. No final das contas descobri que possivelmente tenha sido um cachorro quente que fiz para o lanche das meninas que não deve ter feito muito bem, mas agora ela está medicada e em observação para alta médica”, relatou a madrinha da pequena paciente.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação