Aracaju (SE), 04 de julho de 2020
POR: Governo de Sergipe
Fonte: Governo de Sergipe
Em: 15/05/2020 às 00h00
Pub.: 15 de maio de 2020

Governo de Sergipe abre 29 novos leitos de UTI para pacientes com Covid-19


Foram abertos mais 17 leitos no Huse e 12 no Hospital Regional de Estância. Somando à iniciativa privada, Sergipe passa a ter 129 leitos de UTI.


Foram abertos mais 17 leitos no Huse e 12 no Hospital Regional de Estância. Na próxima semana, outros seis leitos de UTI serão abertos no HPM (Foto: Marco Vieira/ Governo de Sergipe)

Foram abertos mais 17 leitos no Huse e 12 no Hospital Regional de Estância. Na próxima semana, outros seis leitos de UTI serão abertos no HPM (Foto: Marco Vieira/ Governo de Sergipe)


O governo do Estado ampliou o número de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) na Rede Estadual de Saúde para pacientes com a Covid-19, disponibilizando mais 29, totalizando agora 75 leitos exclusivos para estes pacientes. De acordo com a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, foram abertos mais 17 leitos de UTI no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e 12 no Hospital Regional de Estância. Ela adiantou que, na próxima semana, outros seis leitos de UTI serão abertos no Hospital da Polícia Militar (HPM), também destinados à mesma finalidade.  


Mércia salientou que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) está conversando com os hospitais filantrópicos com vistas à contratualização de mais leitos de UTI e enfatizou que todos os leitos de todos os hospitais que servem ao Sistema Único de Saúde (SES) obedecem à regulação estadual, sejam hospitais universitários, municipais e da própria rede estadual. Eles são regulados pela Central de Leitos, unidade do Complexo Regulatório de Sergipe.


“Isso é importante porque nós temos leitos de UTI em locais de maior complexidade onde a gente precisa atender aquele paciente mais grave, que necessita além da ventilação mecânica, de outros especialistas, a exemplo dos Hospitais de Urgência de Sergipe (Huse) e  Universitário (HU), que têm muitas especialidades e recursos tecnológicos para atender outras demandas. E temos leitos de UTI para aqueles pacientes que precisam da ventilação mecânica e do cuidado intensivo”, relacionou.


A secretária informou que a Rede Estadual de Saúde vinha registrando o esgotamento progressivo do número de leitos, confirmando o que previam alguns estudos desenvolvidos com a Universidade Federal de Sergipe (UFS), que apontavam o estrangulamento da rede dos leitos de UTI para esta semana. “Então fizemos a movimentação para a abertura de novos leitos e conseguimos abrir 12 leitos de UTI no Hospital Regional de Estância, com ventiladores mecânicos e monitoramento, e novos 17 leitos no Huse”, reforçou.


A SES trabalha a ampliação de leitos de UTI para atender a meta de manter uma taxa de ocupação não superior a 80%, entendendo que a pandemia tem suas peculiaridades, e temendo que a doença avance para a população mais suscetível, ou seja, idosos e pessoas com outras comorbidades. Isso esgotaria a rede hospitalar pública e privada.


Distanciamento social
O diretor de Vigilância em Saúde e infectologista da SES, Marco Aurélio Góis, destaca que a SES tem se esforçado para garantir e manter a assistência às pessoas que precisam da UTI mas que o controle da Covid-19 não se resume a isso. “Sabemos que a gente só diminui o número de casos graves, se a gente reduzir a incidência de infecções e isso só acontecerá se houver retração na transmissão, que se dá de pessoa para pessoa, pelo contato próximo”, explica.


Com isso, o diretor chama atenção para a importância do distanciamento social. Segundo ele, este não é o momento de se falar em flexibilização. “Individual e coletivamente temos que falar em maior endurecimento das restrições. Se as pessoas estão cansadas e é normal que estejam, mas precisam ficar em casa, mais distantes do convívio social, porque muitas pessoas estão infectadas e são assintomáticas”, alertou.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação