Aracaju (SE), 23 de maio de 2022
POR: Ascom/ Onco Hematos | Âncora Adm Comunicação Ltda
Fonte: Ascom/ Onco Hematos | Âncora Adm Comunicação Ltda
Em: 17/12/2021 às 12h45
Pub.: 17 de dezembro de 2021

Dezembro Laranja: Chegada do verão acende sinal de alerta para o câncer de pele, afirmam especialistas


Dezembro Laranja: Chegada do verão acende sinal de alerta para o câncer de pele, afirmam especialistas (Imagem: Divulgação)

Dezembro Laranja: Chegada do verão acende sinal de alerta para o câncer de pele, afirmam especialistas (Imagem: Divulgação)


Este mês, a Clínica Onco Hematos, que integra o Grupo AMO (Assistência Multidisciplinar em Oncologia), reforça a Campanha Dezembro Laranja, que destaca os cuidados com a pele no início verão. Especialistas, como oncologista e dermatologistas, alertam para a importância do uso frequente do protetor solar para a prevenção do câncer de pele, principalmente com este período do ano.


A Campanha da AMO (Assistência Multidisciplinar em Oncologia), este ano, tem como tema: "Prevenção do Câncer de Pele deve ser rotina, deve ser para todos!". A Campanha convida a todos a curtirem o Verão sem se descuidar da proteção e orienta que atividades do dia a dia também precisam de atenção, como espera no ponto de ônibus, pedalada, caminhada, ou qualquer prática ao ar livre.


Já a campanha da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), do Dezembro Laranja 2021 tem como mensagem central: “Adicione mais fator de proteção ao seu verão”!


A SBD apresenta elevados números da doença que já corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA).


Segundo a oncologista da Onco Hematos, Gisélia Tavares, é preciso observar os sinais e sintomas da doença. “Uma lesão que não cicatriza por mais de quatro semanas, uma lesão endurecida, lesões que mudam o formato, cor, tamanho, lesões que sangram, ou que podem formar úlceras e/ou caroços na pele”, explicou.


O dermatologista é o profissional indicado para identificar inicialmente o diagnóstico da doença e direcionar a melhor forma de tratamento. Segundo o dermatologista da Onco Hematos, Charles Godoy, o profissional normalmente faz o diagnóstico com uma lupa microscópica ou através da biópsia para avaliar se há alguma alteração ou célula maligna no local. “Dependendo do tipo do câncer, apenas retirando a mancha já está curado ou com uso de cremes também serve para tratar e eliminar alguns tipos de câncer. O quanto antes tratar, o mais precoce que for o diagnóstico, mais fácil será a forma de abordagem e tratamento”.


Ainda de acordo com Charles Godoy, a exposição excessiva ao sol sem proteção solar é o principal fator de risco para a doença, mas o fator genético é uma forte causa para o surgimento da doença. A recomendação do dermatologista é evitar a exposição ao sol entre as 10h e as 16h, onde os raios ultravioletas são mais resistentes, mesmo em período nublado. Outra forma de prevenção, além do protetor solar, são as camisas de proteção solar, óculos de sol, bonés ou chapéu.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação