Aracaju (SE), 18 de janeiro de 2022
POR: Ascom Onco Hematos
Fonte: Ascom Onco Hematos
Em: 30/11/2021 às 15h53
Pub.: 30 de novembro de 2021

Onco Hematos reforça importância do diagnóstico precoce aos diversos tipos de câncer


Onco Hematos reforça importância do diagnóstico precoce aos diversos tipos de câncer (Foto: Ascom Onco Hematos)

Onco Hematos reforça importância do diagnóstico precoce aos diversos tipos de câncer (Foto: Ascom Onco Hematos)

A clínica Onco Hematos encerra o mês de novembro alertando à população para a importância do diagnóstico precoce aos diversos tipos de câncer. Este mês de novembro, além da Campanha Novembro Azul, para conscientizar os homens sobre o câncer de próstata, foi também o mês de alerta para o combate ao câncer infanto-juvenil. No dia 23 de novembro, foi celebrado o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infanto-juvenil, e no dia 27 foi comemorado o Dia Internacional e Nacional de Combate ao Câncer, além do Dia Nacional de Luta contra o Câncer de Mama.


A Onco Hematos mantém o seu papel de incentivar à sociedade para procurar um médico e realizar consultas e exames regularmente. “Agora, com a flexibilização da pandemia da covid-19, a população precisa retomar a realização dos exames periódicos que são essenciais para o diagnóstico de diversas doenças, inclusive do câncer”, alerta o oncologista da Onco Hematos, Miguel Tenório.


Dia Nacional de Combate ao Câncer
Este ano, no Dia Nacional de Combate ao Câncer, o alerta do Instituto Nacional do Câncer (Inca) foi para o câncer de intestino. Segundo os dados do Inca, no Brasil, o câncer colorretal é o terceiro mais incidente na população. São, aproximadamente, 40 mil novos casos diagnosticados por ano, entre homens e mulheres. Desse total, cerca de 30% ocorrem devido a fatores comportamentais, como má alimentação, tabagismo e inatividade física.


Câncer Infanto-Juvenil
Com relação ao câncer infanto-juvenil, o oncologista pediátrico, Venâncio Gumes, alertou que esse tipo de câncer é de difícil diagnóstico, porque os sinais e sintomas podem ser confundidos com outras doenças.  “Uma febre prolongada sem nenhuma causa aparente por mais de sete dias; qualquer caroço ou massa pelo corpo; qualquer mancha pelo corpo que mude seu aspecto ou mancha roxa sem sinal aparente de pancada; dor de cabeça sem causa aparente, principalmente no período da manhã e com acompanhamento de vômitos; perda significativa de peso; aumento do volume abdominal; aumento dos olhos; reflexo branco nas pupilas após fotografias (reflexo do “olho de gato”); anemia inexplicável com ou sem dores nos ossos; pneumonia de repetição sem cura após a terapêutica realizada e dificuldade de engolir alimentos são alguns dos possíveis sintomas”, alertou.


Dia Nacional de Luta contra o Câncer de Mama
Já sobre o Dia Nacional de Luta contra o Câncer de Mama, o oncologista Miguel Tenório chama a atenção para os principais sinais e sintomas da doença que mais acometem as mulheres, com exceção do câncer de pele não-melanoma. “Um nódulo ou outro sintoma suspeito nas mamas deve ser investigado para confirmar se é ou não câncer de mama. Para a investigação, além do exame clínico das mamas, exames de imagem podem ser recomendados, como mamografia, ultrassonografia ou ressonância magnética. A confirmação diagnóstica só é feita, porém, por meio da biópsia, com a retirada de um fragmento do nódulo ou da lesão suspeita por meio de punções (extração por agulha) ou de uma pequena cirurgia. O material retirado é analisado pelo patologista para a definição do diagnóstico”, explicou o oncologista.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação