Aracaju (SE), 11 de agosto de 2022
POR: Assessoria Kitty Lima
Fonte: Assessoria Kitty Lima
Em: 03/08/2022 às 14h14
Pub.: 03 de agosto de 2022

Edvaldo Nogueira quer culpar a população pelo seu descaso com o Castramóvel, denuncia Kitty Lima


A incompetência e a falta de compromisso da gestão do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, com a causa animal não é novidade para os protetores independentes e ONGs de proteção animal, uma vez que o município não oferece nenhuma política pública eficaz voltada a esse setor. Prova disso foi a denúncia feita, nesta terça-feira, 02, pela deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) em relação ao descaso da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) com o Castramóvel e a tentativa vergonhosa da gestão de Edvaldo Nogueira em culpar a população pelos problemas que, na verdade, são ocasionados pela falta de um planejamento eficiente para a castração de animais pelo município.


Após a PMA divulgar uma matéria no início desta semana onde dizia que a castração de animais poderia ser prejudicada devido à suposta alta taxa de não comparecimento de tutores com seus animais para realização dos procedimentos, Kitty Lima foi pessoalmente ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), onde o Castramóvel está instalado de forma fixa, para verificar o que de fato está comprometendo esse serviço tão essencial para a causa animal.


No local, a deputada percebeu que o não comparecimento dos tutores ocorre pela falta de um planejamento eficiente do serviço, como por exemplo, um sistema onde o tutor possa acessar informações como a posição do animal na lista de espera, o dia e hora do procedimento, ferramenta que otimizaria a fila de atendimentos.


“O que podemos perceber neste caso é uma total falta de planejamento da gestão onde quem sai prejudicado são os tutores e os animais. O cidadão que busca pelo serviço para o seu animal coloca seu nome na lista e fica sem saber qual a sua posição na fila de espera e muito menos o dia e horário do procedimento. O único contato que a prefeitura faz é por meio de uma ligação que, se você não atende, é eliminado da lista. É preciso fazer um controle eficiente do serviço com um sistema inteligente, já que o prefeito adora falar por aí que Aracaju é uma capital moderna e inteligente”, denuncia Kitty Lima.


A parlamentar denunciou ainda que o Castramóvel, que não atende mais a população de forma móvel nos bairros da capital, está se deteriorando no pátio do CCZ com diversos pontos de ferrugem, um descaso escancarado com o dinheiro público.


“O prefeito Edvaldo Nogueira deveria ter vergonha de chamar isso de ‘Castramóvel’ porque há muito tempo que o veículo se encontra parado no pátio do CCZ e não circulando pelos bairros de Aracaju, levando informações sobre a saúde animal e promovendo consultas e castrações de animais de famílias de baixa renda como foi idealizado. Isso é falta de respeito com a população, com a causa animal e com o dinheiro público. Edvaldo Nogueira fez muitas promessas para a causa animal durante suas campanhas, mas como podemos ver nenhuma delas saíram do papel e, muito menos, do lugar”, afirma Kitty Lima.


A deputada lembrou que recentemente conseguiu recursos para aquisição de mais um Castramóvel a fim de atender a grande demanda de animais a serem castrados em toda a capital, porém o prefeito Edvaldo Nogueira recusou a oferta da parlamentar em uma clara demonstração de que “a causa animal para o prefeito não se trata como uma questão de política pública, mas sim de política”.


Castramóvel
O Castramóvel é a primeira política pública de controle de reprodução de animais instituída em Aracaju por meio da Lei da Castração, de autoria da então vereadora Kitty Lima, em 2017. Inicialmente, o veículo percorreria bairros da capital sergipana seguindo um cronograma montado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de acordo com a demanda de animais a serem castrados, mas a falta de compromisso de Edvaldo Nogueira tem levado ao sucateamento do veículo e comprometimento do serviço que deveria ocorrer de forma móvel junto à população.


Nos últimos anos Kitty Lima tem buscado apoio da bancada sergipana no Congresso Nacional para fortalecer a rede de apoio à causa animal em Sergipe, em especial, a principal política pública do setor: a castração. Nessa empreitada, a deputada já conseguiu mais de R$ 1 milhão em promessas de recursos federais para aquisição de Castramóveis que serão entregues a municípios sergipanos.


O elevado número de animais em situação de rua, somada à falta de saneamento básico e ao crescimento desordenado das cidades, [e considerado um dos principais fatores que propiciam a proliferação de zoonoses. Segundo dados oriundos de estudos acadêmicos, no Brasil, há um cão para quatro habitantes, e um gato para cada 14. Vale ressaltar ainda que a reprodução desenfreada traz inúmeros prejuízos à população, uma vez que cerca de 10% desses animais estão abandonados e acabam sendo portadores de doenças como a raiva, leishmaniose e leptospirose, por exemplo, que atingem também a saúde dos humanos.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação