Aracaju (SE), 19 de agosto de 2022
POR: Ascom Seduc/SE
Fonte: Ascom Seduc/SE
Em: 03/08/2022 às 00h00
Pub.: 03 de agosto de 2022

Aluna da Rede Estadual é ouro na XV Olimpíada Sergipana de Química


Ainda na 1ª série do Ensino Médio, Ellen Guimarães participou de três olimpíadas e é a segunda vez que recebe o reconhecimento pela sua dedicação à iniciação científica - Foto: Divulgação | Seduc/SE

Ainda na 1ª série do Ensino Médio, Ellen Guimarães participou de três olimpíadas e é a segunda vez que recebe o reconhecimento pela sua dedicação à iniciação científica - Foto: Divulgação | Seduc/SE

O Colégio Estadual Dr. Antônio Garcia Filho, situado no município de Umbaúba, no território Sul sergipano, mais uma vez se destaca em eventos de iniciação científica. Desta vez, a estudante Ellen Santos Guimarães conquistou a medalha de ouro na XV Olimpíada Sergipana de Química, sendo a única estudante da Rede Pública Estadual de Ensino a alcançar esse feito, que a classifica para a Olimpíada Norte/Nordeste de Química e a Olimpíada Brasileira de Química.


A Olimpíada Sergipana de Química é realizada pelo Departamento de Química da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e o Programa Nacional Olimpíadas de Química. A proposta é estimular os estudantes do Ensino Médio e Tecnológico, como também os professores deste segmento, a refletirem sobre a importância da Química para a sociedade; revelar talentos com vocação para a química; selecionar os representantes do estado de Sergipe para o exame de seleção da Olimpíada Brasileira de Química (OBQ), fase brasileira que ocorre anualmente no mês de agosto e a Olimpíada Norte Nordeste de Química (ONNeQ).


Ao todo, o Colégio Estadual Dr. Antônio Garcia Filho inscreveu 127 estudantes na OSEQUIM, quatro dos quais foram classificados para a semifinal. A professora Darcylaine Martins, que leciona a disciplina Química na unidade e é grande entusiasta em prol da inserção de alunas e alunos no meio científico, explica que o colégio mantém uma turma preparatória para as Olimpíadas do Conhecimento, qual funciona no contraturno das aulas. Segundo ela, nesse espaço professores de Matemática e Física, por exemplo, também preparam os estudantes para as olimpíadas de outras áreas do conhecimento. “Essa turma existe desde 2016 porque foi quando o primeiro aluno lá do colégio conseguiu uma medalha, e foi nessa época que ele foi o único aluno da rede estadual a ser medalhista. Depois disso os outros alunos começaram a nos procurar a fim de participar das olimpíadas. Com o retorno das aulas presenciais, nós continuamos com as aulas preparatórias também presenciais e foi então que Ellen se destacou mais ainda. Ela sempre foi muito interessada por química e também faz parte do projeto de iniciação científica. O mérito é dela, pois é vitoriosa e nós estimulamos e preparamos”, relatou a professora Darcylaine Martins.


Ainda na 1ª série do Ensino Médio, Ellen Guimarães participou de três olimpíadas e é a segunda vez que recebe o reconhecimento pela sua dedicação à iniciação científica, por meio da participação em olimpíadas de ciências, pois no passado recebeu também a Menção Honrosa pela participação na Olimpíada Nacional de Ciências. A jovem estudante conta que inicialmente não imaginaria alcançar a medalha de ouro; estava apenas confiante em receber a Menção Honrosa assim como no ano passado, quando estudava o 9° ano ou até mesmo com medalha de bronze. “Ao receber essa notícia esplêndida eu me emocionei demais. Perceber que tudo que estudei e a que me dediquei valeu a pena, e mesmo se não ficasse com alguma medalha também iria valer, porque acredito que aprendizado nunca será desperdício. A professora de Química da instituição em que estudo, Darcylaine,  estava ministrando aulas preparatórias uma vez na semana para essa olimpíada e as demais também. E a ajuda dela e os meus esforços de correr atrás dos assuntos para estudar fizeram com que eu conseguisse ganhar esse lugar e elevar ainda mais o nome do Colégio Estadual Dr Antônio Garcia Filho para servir de exemplo a todos e mostrar que eles são muito capazes de conseguir o que quiserem”, contou Ellen Guimarães.


A estudante receberá a medalha de ouro no dia 26 de agosto, às 14h, no auditório da reitoria da Universidade Federal de Sergipe (UFS). No dia seguinte, Ellen Guimarães fará a prova da Olimpíada Brasileira de Química.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação