Aracaju (SE), 08 de agosto de 2022
POR: Sérgio Rodas
Fonte: ConJur
Em: 26/04/2022 às 19h54
Pub.: 27 de abril de 2022

Chamar cunhado de "ladrão" após venda de túmulo da família não gera indenização


Chamar cunhado de "ladrão", "safado" e "caloteiro" após ele ter vendido túmulo da irmã sem autorização da família não é reação desproporcional e capaz de ofender a honra. Com esse entendimento, a 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro negou pedido de indenização de um homem contra...


Confira matéria completa em ConJur

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação