Aracaju (SE), 21 de outubro de 2021
POR: Yago de Andrade Santos
Fonte: Assessoria ABRAz/SE
Em: 16/09/2021 às 19h07
Pub.: 17 de setembro de 2021

ABRAz Sergipe intensifica ações no Mês Mundial da Doença de Alzheimer


ABRAz Sergipe intensifica ações no Mês Mundial da Doença de Alzheimer (Imagem: Divulgação/ ABRAz/SE)

ABRAz Sergipe intensifica ações no Mês Mundial da Doença de Alzheimer (Imagem: Divulgação/ ABRAz/SE)

A cada ano, associações de Alzheimer em todo o mundo se unem no mês de setembro para organizar eventos que promovem a defesa e a divulgação de informações sobre a doença. Neste ano, as ações buscam incentivar todos a conhecerem a demência, identificando os sinais do Alzheimer e buscando informações, conselhos e apoio que podem levar a um diagnóstico oportuno.


Em nosso Estado, a Associação Brasileira de Alzheimer Regional Sergipe (ABRAz/Se) está promovendo uma série de atividades durante todo o mês, e que serão intensificadas a partir da próxima semana. Na segunda-feira (20), das 12h às 20h, os voluntários da ABRAz e estudantes do curso de Medicina estarão no Shopping RioMar, em Aracaju, com um stand de informações para orientar a população.


O stand segue para o Shopping Jardins dia 21, data que marca o Dia Mundial da Doença de Alzheimer. Na quarta-feira (22), será a vez do Shopping Prêmio, em Nossa Senhora do Socorro receber a ação, enquanto o Aracaju Parque Shopping recebe os voluntários na quinta-feira (24).


Além destas ações presenciais, a Associação também irá promover lives informativas através do seu canal no YouTube nos dias 21 e 23 de setembro. No dia 22 a ABRAz irá transmitir na Rádio Web Águia Dourada o programa “Você Não Está Sozinho”, que discutirá o tema “Conhecer a Demência, Conhecer a Doença de Alzheimer”.


Mais informações podem ser obtidas através das redes sociais da ABRAz Sergipe ou dos telefones (79) 3042-2056/ 99975-8256. A Associação fica localizada no Centro Médico Odontológico, 510, Sala 403, bairro São José, Aracaju.


Alzheimer na pandemia
Estudos mostram que o impacto neurológico do COVID-19 no cérebro pode aumentar a probabilidade de uma pessoa desenvolver demência, assim como desenvolver alterações cerebrais relacionadas à demência.


A curto prazo, as taxas de demência podem diminuir como resultado do alto número de mortes de pessoas com demência devido ao COVID-19, estima-se que 25 a 45% de todas as mortes pelo novo coronavírus foram de pessoas com demência. No entanto, a longo prazo, o número de pessoas com demência pode aumentar de modo significativo devido ao impacto neurológico do COVID-19.


No entendimento da ABRAz, é importante que as pessoas estejam cientes da possível relação entre a síndrome pós-COVID e a demência, para que saibam se auto monitorar em busca de sintomas e detectá-los de imediato.


Imagem: Divulgação/ ABRAz/SE

Imagem: Divulgação/ ABRAz/SE


Programação da campanha


20/09
Stand informativo no Shopping RioMar – 12h00 às 20h00;


21/09
Stand informativo no Shopping Jardins – 12h00 às 20h00;
Live no YouTube às 20h00: "Demência e déficit cognitivo em tempos de pandemia";


22/09
Stand informativo no Shopping Prêmio – 12h00 às 20h00;
Programa “Você não está sozinho” – Rádio Web Águia Dourada – 8h00 às 10h30;


23/09
Stand informativo no Aracaju Parque Shopping – 12h00 às 20h00;
Live no YouTube às 20h00 - "Cuidado multidisciplinar na Doença de Alzheimer"

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação