Aracaju (SE), 24 de setembro de 2021
POR: Sesc/SE
Fonte: Sesc/SE
Em: 15/06/2021 às 00h00
Pub.: 16 de junho de 2021

Sesc lança Laboratório de Artes da Juventude em Socorro


Os alunos dos cursos de música do Sesc que completaram a maioridade poderão continuar seus aprendizados musicais. Com o lançamento do Laboratório de Artes da Juventude – Lajes, os jovens egressos poderão dar continuidade aos conhecimentos musicais e até mesmo aprimorá-los, se tornando monitores para projetos do Sesc na área de música, como a Orquestra Jovem e a formação da Orquestra Sênior para pesquisa e desenvolvimento de repertórios. O lançamento, juntamente com a aula inaugural, onde os alunos egressos, junto dos instrutores, realizaram várias apresentações, ocorreu na unidade Sesc de Nossa Senhora do Socorro.


Sesc lança Laboratório de Artes da Juventude em Socorro (Foto: Sesc/SE)

Sesc lança Laboratório de Artes da Juventude em Socorro (Foto: Sesc/SE)


Para a diretora regional do Sesc, Aparecida Farias, a chegada do Lajes é a realização e a concretização de um projeto que vem sendo pensado há anos. “É a concretização de um trabalho iniciado há algum tempo. Hoje quando temos uma estrutura física como essa, construída e inaugurada nos últimos dois anos e vemos estudantes que começaram como crianças e hoje estão na universidade, sentimos a necessidade de ter um projeto que se ampliasse a experiência dos jovens acima de 18 anos aqui no Sesc”, diz.


Novos e diversos aprendizados
A turma do Lajes contemplará 30 vagas destinadas aos jovens egressos dos cursos de música do regional, em especial aqueles que fizeram parte do Trabalho Social com Jovens (TSJ). E o laboratório agregará novos conhecimentos aos egressos. “Haverá atividades de monitoria, de cursos de capacitação, de oficinas, debates, palestras, ensaios, apresentações e modalidades de música de câmera e prática orquestral”, exemplifica a instrutora de violino do Sesc, Sarah Nascimento.


Ela acrescenta ainda que as atividades ocorrerão semanalmente e serão realizadas uma vez por semana. Então, o primeiro curso será o de percepção musical que os jovens vão desenvolver mais a questão da habilidade musical no sentido da teoria e estruturação musical. “Além desses haverá o curso de português instrumental, curso de elaboração de portfólio, curso de arranjo e escrita musical. Todas estas temáticas integradas e de maneira interdisciplinar possibilitando o desenvolvimento e a continuação da carreira musical dos alunos”, afirmou a coordenadora de cultura do Sesc Sergipe, Rita Simone.


Rita completa lembrando que diversos outros conhecimentos serão acrescentados aos jovens. “Os jovens que forem atuar conosco como monitores serão monitores treinados numa perspectiva de profissionalização de uma vida artística. Eles receberão formação no campo de produção cultural, legislação, economia criativa, sustentabilidade, diversos campos que são importantes na formação de um artista no sentido amplo e no sentido do século XXI mesmo”.


De volta ao lar
Para os jovens, o Lajes significa o retorno à “casa” onde cresceram e aprenderam seus conhecimentos musicais, caso do saxofonista e aluno egresso Manoel Choles Correia. “É muito bom estar de volta no Sesc, que foi um lugar muito bom para mim, onde pude iniciar na música, que levo com a minha profissão”, comenta, recordando que foi no Sesc que criou a certeza de se tornar um músico. “Desde o início sempre me dediquei para fazer um bom trabalho, mas não pensava inicialmente em viver disso. Daí fui estudando e me aprofundando e o Sesc abriu várias portas na minha vida, como viaja para fora do estado em festivais do Sesc”, diz, se sentindo bem de estar de volta: “É muito bom estar voltando. Como comecei por influência de amigos que me fizeram entrar no Sesc, que estão comigo hoje, e isso é muito bom. E, também pelo belo trabalho que o Sesc faz na sociedade, nas comunidades e, questão de tudo, música, esportes, mas principalmente na música, que é onde iniciei”.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação