Aracaju (SE), 24 de setembro de 2021
POR: Assessoria de Imprensa Unit
Fonte: Assessoria de Imprensa Unit
Em: 11/06/2021 às 13h00
Pub.: 11 de junho de 2021

Quais obras são protegidas por direitos autorais?


A Lei nº 9.610/98, que regulamenta os Direitos Autorais no Brasil, prevê que são obras intelectuais protegidas as criações do espírito, expressas por qualquer meio ou fixadas em qualquer suporte, tangível ou intangível, conhecido ou que se invente no futuro.


Advogado Helder Leonardo de Souza Goes, Prof. Mestre em Direitos Humanos da Unit (Foto: Assessoria de Imprensa Unit)

Advogado Helder Leonardo de Souza Goes, Prof. Mestre em Direitos Humanos da Unit (Foto: Assessoria de Imprensa Unit)

A lei considera como autor sempre uma pessoa física, como explica o advogado Helder Leonardo de Souza Goes, Prof. Mestre em Direitos Humanos/Unit, atualmente cursando MBA em Business Law pela FGV, sócio fundador de Ribeiro, Nascimento e Goes Advocacia Empresarial.


“Direito autoral é inerente ao ser humano, muitas vezes criamos uma obra, mas não nos preocupamos em registrar. Estas linhas que escrevo são direito autoral, a sua interpretação possibilitará que você crie outra obra”. 


O advogado diz ainda que o autor tem o direito de proteger a sua obra, para que ela não seja desvirtuada por terceiros. Exemplo disso foi o caso do compositor e cantor Arnaldo Antunes, quando em uma situação um ex-ministro utilizou um trecho de uma das músicas em pronunciamento e o compositor entendeu que o viés político acabava por denegrir a obra.


“Nesse caso, também existe a proteção à autoria e os direitos econômicos envolvidos. Em relação à propriedade industrial, existe a exclusividade e direito de defender o uso por terceiros sem autorização. Em suma, a propriedade intelectual se divide em direito autoral (direito civil) e em propriedade industrial (direito empresarial), do qual a marca faz parte. O direito autoral não tem o fator econômico diretamente envolvido, o que mais caracteriza o direito autoral é a sensibilidade humana, a exemplo de músicas, esculturas e pinturas. A propriedade industrial tem relação mais intensa com o fator econômico, patentes, desenhos industriais e as marcas, todos aplicados à atividade empresarial. O direito autoral nasce com a obra e independe de registro. A propriedade industrial nasce com o registro no INPI (instituto nacional da propriedade industrial)”, esclarece.


O prof. Helder Góes explica ainda que a proteção do direito autoral se divide em direito à autoria e direito patrimonial do autor.  


“O direito à autoria é o direito do autor de vincular o seu nome à obra. Não se extingue (até hoje as sinfonias de Mozart são de Mozart) e nem se transfere (quando Michael Jackson comprou os direitos patrimoniais das músicas dos Beatles, elas não mudaram a autoria). O direito patrimonial do autor é o direito de exclusividade do autor, caso alguém queira utilizar a obra é preciso autorização e geralmente remuneração. Caso queira produzir um filme, por exemplo, baseado em um livro, e os direitos patrimoniais estiverem em vigor, é preciso negociar com o autor os direitos da obra”. 


No Brasil os direitos patrimoniais se extinguem após 70 anos contados de primeiro de janeiro após a morte do autor. 


“Recentemente caíram em domínio público as obras de Monteiro Lobato, isso quer dizer que subsiste o direito à autoria, mas não os direitos patrimoniais.  Importante lembrar que não caíram em domínio público os direitos da série de tv do sítio do pica-pau amarelo, pois se trata de nova obra”, conclui.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação