Aracaju (SE), 18 de janeiro de 2022
POR: SSP/SE
Fonte: SSP/SE
Em: 02/12/2021 às 06h48
Pub.: 02 de dezembro de 2021

Polícia Civil deflagra operação contra grupos criminosos e apreende drogas em Propriá e Aracaju


Investigados praticavam roubos com uso de arma de fogo.


Polícia Civil deflagra operação contra grupos criminosos e apreende drogas em Propriá e Aracaju (Foto: SSP/SE)

Polícia Civil deflagra operação contra grupos criminosos e apreende drogas em Propriá e Aracaju (Foto: SSP/SE)


Na manhã desta quinta-feira (02), foi desencadeada uma operação para cumprir mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão pelos crimes de roubo com uso de arma de fogo e associação criminosa. A ação policial ocorreu nas cidades de Propriá e Aracaju. Na operação, foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva, sendo quatro em Aracaju e dois em Propriá e quatro decisões judiciais de busca e apreensão.


As investigações tiveram início após um roubo praticado por criminosos armados a uma loja de aparelhos eletrônicos na cidade de Propriá no mês de maio deste ano. Segundo os delegados Ruidiney Nunes e Fábio Alan, as investigações indicaram que os executores do crime seriam de Aracaju, sendo que criminosos de Propriá participaram prestando informações sobre o estabelecimento roubado.


Com o decorrer das investigações, foi possível identificar ainda que existiam duas associações criminosas, sendo uma formada por criminosos de Aracaju e outra formada por criminosos da região do Baixo São Francisco, tendo os grupos criminosos se unido para a prática do crime em Propriá.


A associação criminosa da região do Baixo São Francisco atuava principalmente no roubo de motocicletas e celulares, já a de Aracaju além de roubos também atuava no tráfico de drogas e ambas praticaram homicídios.


Durante o cumprimento dos mandados, dois investigados resistiram à prisão atirando contra os policiais. Os suspeitos foram atingidos por disparos de arma de fogo, imediatamente socorridos ao Hospital Regional de Propriá, mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito.


A operação foi coordenada pelos delegados Ruidiney Nunes e Fábio Alan e contou com o apoio operacional da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais da Polícia Civil (Core), do 2° Batalhão da Polícia Militar (2º BPM) de Propriá, da Delegacia de Campo do Brito, do Departamento de Narcóticos (Denarc) de Aracaju e da Delegacia de Malhada dos Bois.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação