Aracaju (SE), 01 de dezembro de 2021
POR: SSP/SE
Fonte: SSP/SE
Em: 20/10/2021 às 18h12
Pub.: 21 de outubro de 2021

Inquérito que apurava incêndio no Nestor Piva resulta em dois indiciamentos e é encaminhado à Justiça


Incêndio foi causado por aumento de carga no sistema elétrico decorrente da derivação de tomadas feitas de forma irregular.


Inquérito que apurava incêndio no Nestor Piva resulta em dois indiciamentos e é encaminhado à Justiça (Foto: SSP/SE)

Inquérito que apurava incêndio no Nestor Piva resulta em dois indiciamentos e é encaminhado à Justiça (Foto: SSP/SE)


A Polícia Civil concluiu o inquérito que apurava as causas do incêndio que ocorreu na Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva. As chamas atingiram a sala de tratamento contra a Covid-19, no dia 28 de maio. O resultado das investigações já foi encaminhado à Justiça. O inquérito policial culminou no indiciamento de duas pessoas, uma sócia-administrativa do Centro Médico do Trabalhador, empresa que administra a unidade hospitalar desde 2019, e e responsável pela prestação de serviços elétricos.  


Os indiciamentos foram pelos artigos 250 e 258, do Código Penal, que dispõem, respectivamente, da prática de causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem e lesão corporal de natureza grave, com pena agravada no caso de resultado morte. Os tipos penais foram considerados na modalidade culposa. 


Os peritos do Instituto de Criminalística identificaram que a hipótese mais provável para o incêndio foi o fenômeno termoelétrico de sobrecarga na sala de prescrição médica, em decorrência do aumento da potência do sistema elétrico, como consequência da derivação realizada no circuito a partir de uma das tomadas da sala que fica ao lado.


O inquérito policial concluiu que, na qualidade de sócia administrativa do Centro Médico do Trabalhador, cabia a responsabilidade de zelar pela observância, em última instância, dos cuidados necessários para o cumprimento de normas técnicas regulamentares, em especial quanto aos mecanismos apontados pelo Corpo de Bombeiros, referentes aos sistemas preventivos e de combate a incêndio. Um homem foi identificado como a pessoa diretamente responsável pela derivação de tomadas apontada como causa de sobrecarga elétrica pelo Instituto de Criminalística.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação