Aracaju (SE), 06 de julho de 2020
POR: SES/SE
Fonte: SES/SE
Em: 23/06/2020 às 14h34
Pub.: 23 de junho de 2020

Pneumologista explica como o pulmão é gravemente afetado pela Covid-19


Com 491 óbitos confirmados em Sergipe até o dia 22 de junho, todos estão sendo afetados pelo novo coronavírus, o causador da Covid-19, que tem confundido muita gente com uma gripe ou resfriado e levado muitas pessoas aos hospitais com insuficiência respiratória. Por se tratar de um vírus respiratório que entra no organismo através das mucosas da boca, nariz e dos olhos, a maioria dos infectados sofre sintomas leves de tosse seca, febre e cansaço, mas quando o vírus ultrapassa o canal brônquico e chega aos pulmões, a situação tende a se agravar.


Pneumologista, Saulo Maia (Foto: SES/SE)

Pneumologista, Saulo Maia (Foto: SES/SE)

O pneumologista, Saulo Maia, explicou porque o pulmão é o principal órgão afetado pelo coronavírus. “O vírus é inalatório, quando a gente inala ele vai para o pulmão, que é o primeiro lugar onde o vírus causa uma inflamação maior e de lá se espalha pelo resto do organismo, ataca os brônquios e causam os problemas respiratórios por causa dessa forma inalatória”, destacou o pneumologista.


O desenvolvimento dos sintomas mais graves depende da força do sistema imunológico ou da existência prévia de outras comorbidades como hipertensão arterial, problemas cardíacos, diabetes, obesidade, doença renal, neoplasia, doença vascular, neurológica, acidente vascular cerebral (AVC), doença pulmonar, entre outras.


Levar uma vida saudável com condutas básicas é o alerta do pneumologista. “Estamos no inverno e devemos enfrentá-lo com saúde para evitar as doenças respiratórias. Por isso, se alimentar bem, praticar atividade física mesmo em casa, evitar vícios, hidratação constante, evitar aglomerações, entre outros benefícios ao corpo são algumas dicas importantes para a saúde”, ressaltou Saulo Maia.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação