Aracaju (SE), 25 de fevereiro de 2021
POR: Assessoria Sgt. Byron Estrelas do Mar
Fonte: Assessoria Sgt. Byron Estrelas do Mar
Em: 26/01/2021 às 16h48
Pub.: 26 de janeiro de 2021

Byron sugere que seja criado Comitê Intersetorial Inclusivo


Dando prioridade à pauta da inclusão social e acessibilidade, o vereador de Aracaju, Sgt. Byron Estrelas do Mar (Republicanos), reuniu-se, nesta terça-feira, 26, com o presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPcD), Roque Hudson, e, em seguida, com a coordenadora de políticas públicas para pessoas com deficiência da Secretaria da Assistência Social, Natália Mitidieri. Os encontros tiveram como objetivo conhecer os desafios tanto do órgão fiscalizador, quanto da coordenação voltada à elaboração de projetos, ações e programas destinados à população com deficiência.


Byron sugere que seja criado Comitê Intersetorial Inclusivo (Foto: Assessoria Sgt. Byron Estrelas do Mar)

Byron sugere que seja criado Comitê Intersetorial Inclusivo (Foto: Assessoria Sgt. Byron Estrelas do Mar)


No conselho municipal, o parlamentar discutiu sobre uma série de propostas que poderiam ser levadas para o legislativo e executivo. Dentro das propostas apresentadas à Assistência Social, o vereador sugeriu que fosse criado um Comitê Intersetorial Inclusivo, que envolva  todos órgãos da Prefeitura de Aracaju, cujo objetivo é a criação de uma agenda composta por iniciativas voltadas às pessoas com deficiência.


“A ideia é que seja criado um comitê com todas as secretarias. Aracaju precisa ter uma agenda encorpada que protagonize a pessoa com deficiência. O comitê será responsável por discutir a criação e execução de projetos e programas intersetoriais. Seria interessante que todas as pastas indicassem pelo menos um representante para que toda a gestão se envolva e atue com um único olhar: tornar Aracaju mais acessível e inclusiva.  Quero estar próximo ao comitê para que o meu mandato possa levar as demandas da população. Os desafios são grandes, mas quero trabalhar em parceria com a gestão municipal para que possamos avançar ainda mais”, explicou Byron.


“Às vezes tem acessibilidade, mas não tem sensibilidade”
O vereador destacou que a cidade tem tudo para se tornar referência em inclusão social de pessoas com deficiência. No que depender do seu mandato, ainda de acordo com Byron, grandes avanços irão acontecer. “Temos que criar projetos eficientes que tratem de questões crônicas, mas que também sensibilizem a população, que também deve fazer sua parte. Às vezes tem acessibilidade, mas não tem sensibilidade por parte do poder público e dos cidadãos. Precisamos mudar essa realidade”, completou.


Garantia de Parceria
Além da criação do comitê, Byron levou outras pautas para a coordenação de políticas para pessoas com deficiência, a exemplo de ações que promovam a inclusão no mercado de trabalho, acessibilidade nas ruas e espaços públicos, atendimento especializado e participação ativa das pessoas com deficiência em todos os âmbitos sociais.


Natália Mitidieri se comprometeu a levar as pautas para o planejamento estratégico da Prefeitura. “Sinto-me feliz por contar com a sua representação na Câmara. Vou levar as ideias apresentadas para discussão e no que depender de mim essa parceria será fortalecida a cada dia em benefício não só das pessoas com deficiência, mas de todos os aracajuanos porque todos nós vamos sair ganhando”, disse.


Reconhecimento
Roque Hudson aproveitou o momento para parabenizar o sargento pela vitória e pelos anos de dedicação à causa. “Pelo que conheço do seu trabalho, já são mais de 10 anos nesta grande batalha. Tenho certeza do seu preparo para defender a garantia dos direitos de todas as pessoas com deficiência de nossa cidade”, reforçou.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação