09 de outubro de 2019
POR: Marta Costa
Fonte: Assessoria Seu Marcos/ CMA
Em: 09/10/2019 às 19h00

"Não adianta ter Outubro Rosa se as mulheres não conseguem fazer mamografia", afirma Seu Marcos


Após divulgar sua participação no lançamento da campanha Outubro Rosa no Ministério Público de Sergipe (MP/SE), no último dia 4, o vereador Seu Marcos (PHS) cobrou ações mais efetivas dos órgãos públicos, municipal e estadual, no combate ao câncer de mama e colo de útero.


"Não adianta ter Outubro Rosa se as mulheres não conseguem fazer mamografia", afirma Seu Marcos (Foto: Gilton Rosas/ CMA)

"Não adianta ter Outubro Rosa se as mulheres não conseguem fazer mamografia", afirma Seu Marcos (Foto: Gilton Rosas/ CMA)


Ao fazer uso da Tribuna na Sessão Ordinária desta quarta-feira, 9, o parlamentar destacou que o Outubro Rosa não passa de simples informe publicitário e não promove a real conscientização para a prevenção do câncer de mama e de útero - doenças que mais matam mulheres no Brasil e, que tem o mês de prevenção e alerta.


“Chamo a atenção das Secretarias de Saúde para o ‘Outubro Rosa’. Só usar lacinho e iluminar órgãos públicos não são suficientes. Queremos ações concretas. Não adianta ter ‘Outubro Rosa' se as mulheres não fazem mamografia. Foram gastos mais de 2,5 milhões de reais em uma ‘Carreta da Mulher’ que não circula. Se não atende mulheres de outros municípios, o Estado deveria ter investido num complexo fixo e não numa clínica móvel”, disse o legislador.


Seu Marcos destacou a atuação dos promotores do CAOp da Mulher, Euza Missano, e do CAOp da Saúde, Manoel Machado, do MP/SE. “Quero agradecer a Dr. Euza Missano pelo convite e por me nomear ‘vereador das lutas das mulheres', muito obrigado. Também agradecer ao Dr. Manoel Machado que está acompanhando a tutoria do HU para realizar o transplante de rim. O MPSE tem sido parceiro e atendido os nossos pedidos”, avaliou.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação