14 de agosto de 2019
POR: Ferreira Filho
Fonte: Ferreira Filho
Em: 14/08/2019 às 07h48

O ambiente político de Edvaldo



Quarta-feira, 14 de agosto de 2019


O ambiente político de Edvaldo


Uma denúncia feita pelo vereador Elber Batalha, PSB, revelando que existiam nomeações incompatíveis e irregulares na Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Aracaju, fez com que o prefeito Edvaldo Nogueira decretasse as exonerações apressadamente para não ver render tanto o fato.


Parece que o prefeito não foi tão diligente no momento da nomeação. Diferente de repetidos pedidos feitos pelo ex-secretário, César Viana, que levou meses sem ter o despacho de Edvaldo para preencher funções vagas na SEMA. E ficou assim até quando foi substituído pelo indicado do deputado federal Laércio Oliveira, o mais novo cristão na aliança do projeto de reeleição de Nogueira.


O prefeito sabe que a secretaria de meio ambiente deve atender um perfil técnico, mas, nomeou sem analisar o currículo, dois vereadores com mandato no interior do estado, e sem qualquer conhecimento técnico para função que Edvaldo confiou em ambos por Decreto.


No seu discurso no momento da transmissão de cargo de secretários da SEMA, Edvaldo disse que a mudança se tratava de uma "reoxigenação" da máquina administrativa. Como assim? Administrativa ou política? E se o vereador Elber Batalha não fizesse a denúncia, os vereadores seriam exonerados?


A verdade é que o projeto de reeleição de Edvaldo está em curso, e é preciso acomodar os interesses dos que já se declaram aliados em 2020, e para isso, vale a nomeação de quem o líder político, Laércio Oliveira, indicou. Não precisa analisar currículo. Assim tem sido feito na medida em que as conversas políticas vão se consolidando em favor da continuidade do atual prefeito à frente do executivo municipal.


A velocidade das exonerações não escondeu o ambiente político que Edvaldo viverá até outubro do ano que vem. Sacou?



Comissão para mulheres
A Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher foi instalada nesta terça-feira (13). Os trabalhos serão presididos pela senadora  Zenaide Maia (Pros-RN) e contará com a participação de 21 parlamentares, dentre elas a senadora sergipana Maria do Carmo Alves (DEM). Para Maria, a Comissão tem um importante papel na definição  de políticas públicas de comabe à violência contra a mulher, mas todos devem estar imbuídos no propósito de reduzir esses índices.



Sintasa
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Augusto Couto, rebate a declaração da assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Saúde de que o discurso dele soa como político por conta das fortes críticas que fez contra a superlotação do Hospital de Urgência de Sergipe que sofre com o elevado número de transferência que recebe dos Hospitais Regionais, além da situação das bases do SAMU e dos motoristas do carro fumacê.


Sintasa II
Augusto Couto afirma ainda que as críticas do Sintasa não se limitaram apenas nesta gestão, mas em todas as gestões que cometeram alguma falha ou não produziram o suficiente. “O Sintasa não tem lado político. Não é de esquerda e nem de direita, o único lado do Sintasa é o dos trabalhadores. Nós representamos um lado que sempre está em desvantagens nesta luta de classes, mas nossa voz não será calada. Vamos sempre levantar nossas causas porque os problemas dos trabalhadores refletem diretamente nos pacientes”, explica Couto.



DPVAT
O fim das férias escolares é sinal também de trânsito mais confuso. Com o retorno às aulas e a volta da rotina de pais, crianças e adolescentes, é comum o aumento do fluxo de pessoas e veículos nas ruas, dos congestionamentos e, consequentemente, dos riscos de acidentes. O período exige paciência, cuidado e atenção redobrada de motoristas e pedestres que circulam, principalmente, ao redor das escolas. Dados da Seguradora Líder mostram que, apenas neste ano, de janeiro a junho, 6.084 vítimas entre 0 e 17 anos foram indenizadas pelo Seguro DPVAT em todo o país.


DPVAT II
De acordo com o levantamento, entre as crianças e adolescentes, foram 964 mortes e 4.231 ficaram com algum tipo de invalidez permanente. Além disso, a maioria estava na condição de pedestre no momento do acidente (3.467). As motocicletas foram responsáveis pela maior parte das ocorrências. Foram 3.342 indenizações envolvendo este tipo de veículo. Em seguida, aparecem os sinistros com automóveis: 2.161 casos. Minas Gerais (628), São Paulo (617), Ceará (422), Paraná (392) e Maranhão (361) foram os estados que tiveram mais benefícios pagos a vítimas entre 0 e 17 anos neste primeiro semestre.



Mercado Thales Ferraz
Em continuidade ao processo de recadastramento de todos os permissionários que atuam em áreas de espaço público administradas pela Prefeitura de Aracaju, a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) realiza, a partir desta quarta-feira, 14, o recadastro dos comerciantes do mercado Thales Ferraz, na região central da cidade. O objetivo da iniciativa é fazer um levantamento mais detalhado sobre o funcionamento do espaço.


Mercado Thales Ferraz II
De acordo com o diretor Administrativo e Financeiro da Emsurb, Clóves Trindade, por meio dessa iniciativa, a gestão mantém a relação de parceria com os trabalhadores dos mercados municipais. “Estamos sempre preocupados em oferecer serviços de qualidade para a população e também para nossos permissionários. Por isso, estamos regularizando a situação de quem já é licenciado, ocupa seu espaço e paga suas taxas. Já para aqueles que estão inadimplentes, iremos oferecer, também, no ato do recadastro, opções de negociação dos débitos”, explicou.



Imagem de arquivo: reprodução/ClickSergipe
Contato: ferreirappa@gmail.com/Zap: 79 9 9987 2966
Mais Colunas

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação