09 de outubro de 2019
POR: Site Laércio Oliveira
Fonte: Site Laércio Oliveira
Em: 08/10/2019 às 00h00

Presidente da Petrobras destaca iniciativas pioneiras de Sergipe sobre o gás


O presidente da Petrobras Roberto Castelo Branco parabenizou o estado de Sergipe na audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, nesta terça-feira, 8 . “Sergipe não está reclamando, está trabalhando. Tem inciativas pioneiras que vão se difundir pelo restante do Brasil. É extremante importante o que o governo sergipano e sua bancada está fazendo. É um exemplo para todo o Brasil”, disse o presidente depois que o deputado federal Laércio Oliveira explicou na audiência que Sergipe está passando por uma grande transformação em termos de gás.


Presidente da Petrobras destaca iniciativas pioneiras de Sergipe sobre o gás (Foto: Site Laércio Oliveira)

Presidente da Petrobras destaca iniciativas pioneiras de Sergipe sobre o gás (Foto: Site Laércio Oliveira)


“As expectativas de produção de 20 milhões de m³ de gás natural por dia. A disponibilidade do gás está prevista para 2024 e é preciso atrair consumidores intensivos de gás para dar uso a essa oferta abundante como termoelétricas, indústrias de fertilizantes, cerâmica, vidro, petroquímica, cimento e mesmo unidades de liquefação de forma a não haver a reinjeção do gás nos poços. Sergipe deverá exercer o papel de maior distribuidor de gás no Nordeste, associando a produção em águas profundas e a disponibilidade do gás do primeiro terminal privado de GNL do Brasil”, explicou Laércio.


O tema central da audiência era o fechamento da Fábrica de Fertilizante Nitrogenados, (Fafen) da Bahia. Mas o parlamentar questionou coo está o arrendamento da Fafen de Sergipe, considerando a necessidade de formar um forte mercado de consumo do gás a ser produzido no estado. “Seria importante criar condições para que arrendamento das fábricas seja exitoso, de forma a manter as 2 unidades em funcionamento, assegurando o consumo de quase 3 milhões de m³ de gás por dia”, disse.


O presidente falou que o negócio de fertilizantes dava muito prejuízo a Petrobras, em torno de R$ 200 milhões ao ano. “Então nós tentamos vender, não apreceram compradores. Colocamos a proposta de arrendamento. Vamos receber as propostas dia 11 de novembro. Nós estamos otimistas quanto ao resultado disso. Espero que em breve as Fafens estejam operando e atendendo as demandas locais. A Petrobras se comprometeu e está realizando investimentos sociais para minimizar os problemas pela a paralisação sobre a população pobre de Laranjeiras”, disse.


Laércio perguntou também sobre o porto de Sergipe que pertence a Petrobras e é administrada VLI. Ele avaliou a necessidade de uma gestão mais ativa do porto e mesmo a realização de alguns investimentos que, talvez, só mesmo o proprietário do ativo poderia ter disposição de fazer. “A própria EXXON já coloca dúvidas com relação à capacidade do porto atender às suas necessidades, cogitando a possibilidade de usar o porto de Maceió como base para suas operações, o que seria desastroso para Sergipe. Gostaria de saber se ele está nos planos de privatização?”, questionou. O presidente disse que não está nos planos da Petrobras desinvestir o porto e se comprometeu a encaminhar ao parlamentar os detalhes do planejamento sobre o porto de Sergipe.


O deputado falou ainda sobre o evento de lançamento dos caminhões movidos a GNL em Aracaju no dia 02 de dezembro de 2019, juntamente com a inauguração do terminal de GNL Golar Nanook, ocasião em que serão assinados contratos para instalação de unidades de GNL nos municípios de Itabaiana e Lagarto.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação