12 de dezembro de 2019
POR: SES/SE
Fonte: SES/SE
Em: 12/12/2019 às 00h00

Oftalmologista alerta quanto aos cuidados para evitar perda da visão


O serviço de Oftalmologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), funciona em tempo integral, atendendo usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, a oftalmologia do hospital, que integra a rede estadual de Saúde, é considerada como referência nesse tipo de atendimento. No dia em que é celebrado o Dia do Cego, 13 de dezembro, o alerta vai para todas as pessoas quanto ao cuidado com os olhos para evitar a perda da visão. É nessa hora que a prevenção é a chave para a cura de várias doenças.


Oftalmologista alerta quanto aos cuidados para evitar perda da visão (Foto: SES/SE)

Oftalmologista alerta quanto aos cuidados para evitar perda da visão (Foto: SES/SE)


Para se ter uma ideia, este ano, até o momento, foram registrados 2.288 atendimentos no consultório oftalmológico, localizado no Pronto Socorro do Huse. Muitos casos com corpo estranho nos olhos, conjuntivite, inflamação, coceira, ardência, terçol e até mesmo início de glaucoma. Dez profissionais entre estatutários e celetistas trabalham para atender a demanda que buscam atendimento oftalmológico no Huse que é o único serviço de urgência do Estado com tempo integral e não é ambulatorial. O serviço atende casos de média e alta complexidade.


O oftalmologista é o profissional que descobre quando a visão está com algum problema, alguma doença mais séria e é o responsável pela indicação do uso de óculos ou lentes de contato para quem não está enxergando bem, e não recomenda o uso de óculos de grau por conta própria, nem óculos de sol sem proteção. A oftalmologista do Huse, Ana Cândida Bispo, faz algumas recomendações de cuidados com a visão e explica que a dor nos olhos já é um sinal de alerta e pode indicar um problema mais grave, por isso, é importante procurar um médico especialista quando essa dor nos olhos for intensa e o problema persistir por mais de dois dias.


“As pessoas muitas vezes compram óculos sem procedência e sem proteção contra os raios solares e é importante se proteger. A automedicação também é um fator que não aprovamos, a pessoa deve procurar ajuda de um profissional oftalmologista para que prescreva um colírio adequado para a sua patologia, usam colírio como lubrificante e muitas vezes têm um princípio ativo que pode causar um dano ao olho. Qualquer problema mais grave procurar imediatamente um médico especialista é o mais indicado”, ressaltou.


Prevenção
Aparentemente, cerca de 80% das impressões são recebidas através dos olhos. Por isso, é importante prevenir, proteger e cuidar dos olhos com exames regulares e oftalmológicos. Os olhos são constantemente expostos a uma série de fatores ambientais que podem irritá-los como a poeira, raios UV, partículas estranhas, entre outras coisas. O importante é saber o que faz bem e o que pode prejudicar os olhos.


Exames regulares e checkups preventivos principalmente a partir dos 40 anos para verificar o glaucoma são importantes para prevenir qualquer doença relacionada aos olhos. Outro quesito importante é a higiene das mãos antes de tocar ou esfregar os olhos, cuidados com cremes para a região dos olhos que podem causar alergias e períodos intensos em frente ao computador deixam os olhos secos, esses são alguns cuidados para a proteção dos olhos.


O operador de máquinas, Francisco Pereira, 54, visitou o consultório oftalmológico para uma consulta após ser atingido por um corpo estranho dentro do olho. Segundo ele, a dor estava intensa e o olho lacrimejando. “Resolvi buscar ajuda médica para não me automedicar com qualquer colírio. A dor estava forte e meu olho muito vermelho e lacrimejando, estava soldando um pedaço de ferro e acho que algum pedaço dele atingiu meu olho, estava sem os óculos de proteção no momento e isso também contribuiu para me machucar”, explicou.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação