30 de janeiro de 2020
POR: SES/SE
Fonte: SES/SE
Em: 28/01/2020 às 00h00

Carretas da Saúde: especialidades médicas receberão por hora trabalhada


As diárias das especialidades médicas do edital de credenciamento das Carretas Itinerantes da Saúde do Homem e da Mulher 01/2019 tiveram os valores atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), responsável pelo cadastramento. Podem se credenciar profissionais de saúde, nas especialidades médicas de Cardiologia, Clínica Geral, Urologia, Ginecologia, Mastologia e Radiologia – além de enfermeiro(a), técnico(a) em enfermagem, técnico(a) em laboratório, técnico(a) em radiologia e digitador(a) de laudo.


Carretas da Saúde: especialidades médicas receberão por hora trabalhada (Foto: SES/SE)

Carretas da Saúde: especialidades médicas receberão por hora trabalhada (Foto: SES/SE)


O serviço, que é promovido pela SES, em parceria com a Funesa, por meio Coordenação de Promoção e Prevenção à Saúde (Copps), busca ofertar serviços de saúde especializada aos municípios, com foco assistencial. A população poderá fazer consultas e exames para a prevenção e diagnóstico precoce de patologias, a exemplo do câncer, de forma que possibilite um tratamento eficaz, além de doenças cardiológicas e urológicas no homem, assistência de baixa e média complexidade.


Segundo a coordenadora de Atenção Ambulatorial Especializada da SES, Luciana Santana, a expectativa para 2020 é o funcionamento pleno das Unidades Móveis de Saúde do Homem e da Mulher. “Estamos executando o melhor trabalho para eliminarmos os entraves para a operacionalização das referidas unidades, principalmente no que se refere ao credenciamento dos médicos especialistas, com nova proposta do aumento do valor da hora trabalhada. As unidades atenderão, principalmente, as regiões de saúde com ausência de centros/serviços especializados ambulatoriais e aquelas com menor índice de desenvolvimento humano (IDH), como alto sertão, baixo São Francisco e médio sertão”, disse.


A coordenadora de Promoção e Prevenção à Saúde, Sandra Ribeiro, explica que a decisão de mudar a forma de pagamento – que era hora fechada – para hora trabalhada, foi definida em reunião com o Conselho Curador, de forma a atrair os profissionais médicos especialistas para o credenciamento, já que o número desses profissionais está aquém da necessidade. “Este ano a perspectiva é muito positiva. Continuamos divulgando o edital 01/2016, que está aberto por tempo indeterminado, com o objetivo de ter uma lista de profissionais disponível para quando as ações efetivamente começarem. Dessa forma, a gestão trabalha para diminuir a espera por algumas consultas e exames de baixa complexidade em Sergipe”.


Os interessados podem conferir todas as informações no edital, da remuneração às atividades a serem desenvolvidas. De acordo com a diretora operacional da Funesa, Daniele Travassos, a depender da pactuação realizada com o município e da necessidade epidemiológica da região, as Carretas funcionarão como um mutirão de saúde e podem permanecer na localidade quantos dias forem necessários.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação