Aracaju (SE), 27 de novembro de 2020
POR: Márcio França
Fonte: Márcio França
Em: 05/10/2020 às 00h00
Pub.: 05 de outubro de 2020

A Viagem até o céu, em um aviãozinho de papel


Antônio Júnior (Foto: Arquivo Pessoal)

Antônio Júnior (Foto: Arquivo Pessoal)

Na quinta-feira, dia 1 de outubro de 2020, aproximadamente às 15h30, meu neto Antônio Júnior, de 4 anos, pediu uma folha de papel para desenhar.


Começou com a mãe a desenhar corações.


Ao desenhar 4 corações a mãe perguntou: Tom já tá bom?


E ele respondeu: Não, tem que ser a folha toda, porque o avião irá voar bem alto.


Continuaram a desenhar, até preencher a folha toda.


Após desenhar ele pediu que fosse feito com a folha uma aviãozinho.


Com o aviãozinho pronto a mãe perguntou: Tom, vai brincar?


E ele respondeu: Não, o aviãozinho e para levar vovó Nice para o céu.


Com a doença, minha mãe já estava semelhante a uma criança, na necessidade de cuidados e na maneira de pensar. 


E assim, na condição de "criança", às 15h35 a Vovó Nice foi para a morada do Pai. 


Em paz foi levada pelo aviãozinho feito pela criança que ela chamava carinhosamente de TOM TOM, seu tataraneto.

Marcos 10:13-14

Alguns traziam crianças a Jesus para que ele tocasse nelas, mas os discípulos os repreendiam. Quando Jesus viu isso, ficou indignado e lhes disse: "Deixem vir a mim as crianças, não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes a elas."


Antônio Márcio França - Avô

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação