Aracaju (SE), 13 de abril de 2021
POR: Assessoria de Imprensa Unit
Fonte: Assessoria de Imprensa Unit
Em: 25/02/2021 às 13h00
Pub.: 25 de fevereiro de 2021

Pró-reitor da Unit receberá Título de Cidadania Sergipana


Natural de Salvador, Dr Diego foi convidado pelo Grupo Tiradentes para atuar em Sergipe em 2016, onde até hoje contribui com a ciência.


Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão da Unit, professor Dr. Diego Silva Menezes (Foto: Assessoria de Imprensa Unit)

Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão da Unit, professor Dr. Diego Silva Menezes (Foto: Assessoria de Imprensa Unit)


Nesta quarta-feira, 24, foi aprovada a concessão de Título de Cidadania Sergipana ao Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão da Universidade Tiradentes – Unit-, professor Dr. Diego Silva Menezes. O Projeto de Resolução Nº 4/2021, de autoria do deputado Luciano Bispo, foi aprovado na sessão mista da Assembleia Legislativa de Sergipe – Alese.


Natural de Salvador, foi convidado, em 2016, pelo Grupo Tiradentes para atuar em Sergipe. Motivado por novos desafios, o professor Dr. Diego Menezes aceitou e submeteu-se a um processo seletivo para assumir o cargo de presidente do Instituto de Tecnologia e Pesquisa – ITP – onde até hoje exerce o cargo com maestria. Aos 22 anos de idade, obteve seu PhD, e já marcava história na área da Saúde no Nordeste. “Sua tese resultou na descoberta de um novo medicamento para o tratamento da doença de Chagas, uma patente e artigos científicos, um deles publicado em uma das revistas mais importantes do mundo, a PLOS Tropical Neglectos Diseasese FABSLettr”, contou o deputado Luciano Bispo.


Em 2017, ingressou para a diretoria da Associação Sergipana de Ciências do Estado de Sergipe – ASCI -, onde atua em seu segundo mandato. “Na gestão do Dr. Diego Menezes, diversas conquistas foram obtidas para o ITP e, consequentemente, para o estado de Sergipe. Dentre as principais, destacamos a comercialização do primeiro medicamento genuinamente nordestino, o Ziclague, para o tratamento da espasticidade (doença que compromete o sistema neuromotor). Essa tecnologia e os ensaios clínicos foram desenvolvidos em Sergipe e a transferência do direito de produção e comercialização foi realizado para Hebron empresa farmacêutica, de Pernambuco”, falou.


Sobre a indicação ao Título de Cidadania Sergipana, o professor Dr. Diego Menezes antecipa: “Só tenho o que agradecer ao Estado de Sergipe e, em especial, ao Grupo Tiradentes que, em 2016, fez um honroso convite para trabalhar, viver e me apaixonar por esse local encantador. Agradeço ao Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo, pela deferência com apresentação do Projeto de Resolução 04/2021, bem como aos demais deputados que acolheram favoravelmente a indicação”.


No segundo semestre de 2020, Dr. Diego Menezes assumiu o cargo de vice-presidente da Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação – ABIPTI – representando a região Nordeste. O órgão se configura como a mais importante associação das instituições de pesquisa e inovação tecnológica do país e reúne os principais atores do ecossistema público, privado e de terceiro setor ligados à ciência, tecnologia e inovação.


“Já residente em Sergipe, passei a integrar, representando a Unit e o ITP, os principais órgãos que atuam em Ciência, Tecnologia e Inovação no Estado, a exemplo da ASCI e os conselhos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação; da FAPITEC, do Sergipe Parque Tecnológico, ITPS, dentre outros. Desta forma buscando contribuir com o ecossistema local por meio do desenvolvimento das atividades que considero mais nobres para um país, pesquisa; ensino e extensão”.


Trajetória
Além de pró-reitor, Dr. Diego também atua como representante nacional das instituições de Ensino Superior Privadas do Brasil e membro de conselhos de administração de entidades de grande importância, como da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Sergipe; de Parques Tecnológicos, de Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs), entre outras agências de fomento nacionais e internacionais.


Doutor em Biotecnologia em Saúde e em Medicina Investigativa pela Fundação Oswaldo Cruz e MBA Executivo em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, Diego iniciou a sua carreira aos 14 anos na Fiocruz. O reconhecimento é resultado das significativas contribuições na área científica e dedicação enquanto pesquisador nas áreas de quimioterapia antiparasitária e oncologia. Ao longo da sua trajetória, Dr. Diego tem se destacado nos âmbitos local e nacional, por meio de representações em prol da defesa da ciência, tecnologia e inovação.


Com informações Asscom Alese

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação