Aracaju (SE), 24 de janeiro de 2021
POR: Carla Passos
Fonte: Carla Passos
Em: 12/01/2021 às 00h00
Pub.: 11 de janeiro de 2021

Quatro points de rio em Aracaju :: Por Carla Passos


Prainha Bar, Supamigos, Orla Pôr do Sol e Croa do Goré são opções de lazer que oferecem experiências diversificadas.


Os points no Rio Vaza Barris são famosos pelas lindas paisagens de pôr do sol (Foto: Carla Passos)

Os points no Rio Vaza Barris são famosos pelas lindas paisagens de pôr do sol (Foto: Carla Passos)


Aracaju está localizada entre dois grandes rios: Sergipe ao norte e Vaza Barris ao Sul. Enquanto o primeiro tem paisagens mais urbanas, o segundo tem paraísos naturais e uma infraestrutura turística que reserva excelentes oportunidades de lazer. Depois de mostrar três points de praia, a Coluna Passos Pelo Mundo dessa semana vai destacar quatro points que vale a pena ser visitados no rio Vaza Barris. 


O primeiro point que vamos destacar é o belíssimo Prainha Bar, às margens do Vaza Barris. Trata-se de um restaurante com uma excelente infraestrutura. Uma dica: não chegue lá sem reserva porque as mesas estão bem disputadas (Reserve aqui!). Tem a opção de Gramado, praia ou lounge. Confira algumas Imagens do local:


Sobre o cardápio, para quem não gosta de cerveja, tem opções de drinks, vinhos e espumantes. Tem também petiscos e almoço. Eu pedi um prato a? base de robalo e castanhas que estava uma delícia. A dica é ficar até o final do dia e se despedir do Prainha com um pôr do sol maravilhoso.


Prainha: uma excelente infraestrutura na beira do rio (Foto: Carla Passos)

Prainha: uma excelente infraestrutura na beira do rio (Foto: Carla Passos)


Mas para quem gosta de uma programação matutina, a grande dica é o Supamigos, que aos sábados às 7h da manhã oferece a remada com café. O percurso que tem 6 km tem uma parada na Croa do Goré (mais adiante falarei sobre esse point) e finaliza com uma mesa de café colaborativo na beira do rio. Mas o aluguel da prancha pode ser feito em qualquer horário e dia da semana. O valor do aluguel do Sup é R$ 40 reais sem instrução, 50 reais com instrução. As reservas podem ser feitas no Instagram do Supamigos (Reserve Aqui). 


O Supamigos é pet friendly (Foto: Carla Passos)

O Supamigos é pet friendly (Foto: Carla Passos)


O Supamigos não nasceu com o propósito de virar um restaurante. Ele veio da ideia de um casal apaixonado por esporte e que tinha se encontrado no Stand Up Paddle (SUP), mas foi crescendo e hoje tem uma cozinha que serve pratos como carne do sol com salada; salada com cubos de salmão; linguiça artesanal; massa com brócolis e contrafilé, entre outros. 


Agora vamos a Orla Pôr do Sol, que homenageia o jornalista Cleomar Brandi, um personagem marcante na vida cultural e boemia de Aracaju. Tive o prazer de conhecer o jornalista, que utilizava cadeira de rodas desde a sua juventude por causa de um vírus e seguido de um erro médico, mas que vivia intensamente. 


Orla Por do Sol é chamada de Cleomar Brandi, personagem marcante na vida cultural e boemia de Aracaju (Foto: Carla Passos)

Orla Por do Sol é chamada de Cleomar Brandi, personagem marcante na vida cultural e boemia de Aracaju (Foto: Carla Passos)


Inaugurada em 2012, a Orla Pôr do Sol, no povoado Mosqueiro é um local que é famoso como o próprio nome diz, pelas paisagens deslumbrantes proporcionadas nos finais de tarde. É também um local de esportes, movimentação cultural e passeios para a Croa do Goré.


A visita a Croa do Goré é um passeio imperdível. A pequena ilha de areia branca surge somente na maré baixa e fica no encontro do Rio Vaza Barris com o mar. Ela é acessível através de passeios em embarcações que partem da Orla do Pôr do Sol - são lanchas, barcos ou catamarãs e as viagens duram entre 10 e 15 minutos, revelando manguezais nativos, pequenas ilhas fluviais e vegetação preservada. 


A Croa do Goré é uma pequena ilha de areia branca que surge somente na maré baixa (Foto: Carla Passos)

A Croa do Goré é uma pequena ilha de areia branca que surge somente na maré baixa (Foto: Carla Passos)


O movimento é grande nos finais de semana por conta dos bares flutuantes e das barracas rústicas de sapé que servem peixe-frito, pastéis de camarão e caldinhos de ostra, sururu, feijão, aratu. Para quem estiver sem carro, agências locais oferecem passeios de catamarã que passam pelos manguezais e fazem parada na praia. O tour dura 5 horas. Ao final do dia a maré vai subindo e os visitantes ficam nas suas mesas com a água até a cintura. Em um determinado momento, a ilha começa a desaparecer e todos devem subir no tablado.


São quatro points que oferecem experiências variadas para todos os gostos sempre às margens do Rio Vaza Barris. Não deixe de conhecer!


Para acompanhar as viagens em tempo real, siga o instagram da Coluna: Clique aqui!

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação