26 de fevereiro de 2019
POR: ITPS
Fonte: ITPS
Em: 25/02/2019 às 00h00

Carnaval: confira as dicas do ITPS para curtir com saúde e segurança


O período de Carnaval é sinônimo de alegria, mas também pode ser de dor de cabeça, caso os foliões não tomem os cuidados necessários. Pensando no bem estar daqueles que vão cair na diversão, o Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) - Órgão Delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) reúne diversas dicas para aproveitar a folia com saúde e segurança.


Carnaval: confira as dicas do ITPS para curtir com saúde e segurança (Foto: Carnaval: confira as dicas do ITPS para curtir com saúde e segurança)

Carnaval: confira as dicas do ITPS para curtir com saúde e segurança (Foto: Carnaval: confira as dicas do ITPS para curtir com saúde e segurança)


A orientação básica é para o consumo de alimentos em praias, que são os principais destinos nesta época. A coordenadora do Laboratório de Microbiologia do ITPS, Rejane Batista, explica que por causa do calor, o risco de contaminação por alimentos é maior, o que pode causar problemas gastrointestinais nos consumidores.


“O consumo de alimentos na praia não é proibido, mas deve ser feito com cautela, pois em virtude das altas temperaturas, da umidade e, em alguns casos, do preparo e armazenamento inadequados, as bactérias podem se proliferar nos alimentos e causar problemas de saúde nas pessoas. Em geral, a recomendação é caprichar na hidratação, evitar alimentos que ficam muitas horas expostos ao sol, e priorizar os industrializados, embalados e refrigerados”, detalha.


Também é preciso atenção para evitar que o consumidor seja lesionado na hora de comprar produtos típicos da folia. De acordo com a gerente executiva de Metrologia e Qualidade Industrial do ITPS, Maria Inêz de Almeida Machado, a principal orientação do Inmetro é com relação à compra de fantasias de adultos e crianças. “Esses produtos deve trazer a etiqueta têxtil, com a composição do tecido, instruções de conservação, tamanho e informações sobre o fabricante. Conhecendo os detalhes do tecido, o folião poderá curtir o carnaval, sabendo que aquela fantasia não vai causar alergias”, explica.


Outro alerta importante está relacionado a escolha das fantasia para as crianças. “Os pais devem prestar bastante atenção. É importante evitar aquelas fantasias com cordões e pequenas partes que possam causar sufocamento e engasgos. Também vale ficar atento aos tipos de zíper e velcro para que não machuquem a pele da criança”, completa Maria Inêz.


Confira mais dicas de saúde e segurança:


- A hidratação é extremamente importante. Tenha sempre uma garrafinha de água potável. Ao comprar água mineral, verifique se o lacre não está violado. No caso da água de coco, a dica é abrir o coco e tomar a água na hora, direto da fruta.


- Frutas frescas também são opções para saciar a sede, devido ao alto número água e nutrientes. Aposte no consumo de melancia, melão, uva, maçã e laranja.


- Sinal verde para os sorvetes e picolés, que são vendidos refrigerados e embalados, e também ajudam a matar a sede.


- Evite alimentos que ficam muito tempo expostos ao sol, sem refrigeração e conservação adequadas. Exemplo: espetinhos, mariscos, maionese, queijo e cachorro quente.


- No caso do milho verde, que é bastante consumido em praias do Nordeste, a recomendação é comer diretamente da espiga. Evite também a manteiga.


- O consumo de pasteis é liberado, pois apesar de gorduroso, ele é frito em altas temperaturas que acabam com os vírus e bactérias. Para não causar riscos à saúde, o pastel, antes de ser frito, deve ser armazenado em caixas térmicas limpas. O óleo precisa ser novo.


- Dica importante na hora de comprar o gelo: o consumidor deve optar pelo gelo filtrado, que é o tipo mais indicado para preparar e refrescar bebidas.


- Muitas fantasias vêm com máscaras ou com acessórios. Os acessórios de fantasia são classificados como brinquedo e, portanto, devem apresentar o selo do Inmetro. Máscaras, por exemplo, podem causar asfixia e outros brinquedos podem ter peças pequenas que podem ser engolidas. Assim, verifique a faixa etária, descrita na embalagem do produto, e lembre-se sempre de procurar o selo do Inmetro na embalagem.


- Os preservativos são regulamentados pela Anvisa. O Inmetro é responsável pelas regras do programa de certificação. Antes de comprar, verifique a marca do Inmetro e do organismo de certificação, assim como a data de validade e instruções de uso.


- As cadeiras plásticas são regulamentadas pelo Inmetro e, portanto, são certificadas por meio de um processo que simula o uso por parte do consumidor. Na hora da compra, verifique a marca do Inmetro e do organismo de certificação, a identificação do fabricante, a data de fabricação e tempo de vida útil, além do peso máximo suportado e a classe (se o uso é apenas interno ou pode ser utilizada em ambiente externo), pois o uso indevido pode causar acidentes.


- Evite ligar muitos aparelhos na mesma tomada, mesmo com adaptadores, principalmente na ausência do padrão brasileiro de plugues e tomadas. Há risco de choques elétricos, curto-circuitos e até incêndios.


- Crianças não devem ficar próximas aos fogões e deve-se tomar cuidado com panelas que não tenham superfície plana, que correm risco de escorregar e cair, provocando queimaduras.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação