Aracaju (SE), 13 de abril de 2021
POR: CRF/SE
Fonte: CRF/SE
Em: 04/03/2021 às 11h19
Pub.: 04 de março de 2021

CRF/SE e demais entidades de saúde denunciam demora na vacinação dos profissionais de saúde


As entidades da área da Saúde se reuniram numa coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira, 4, para relatar a preocupação com a morosidade na vacinação no estado de Sergipe e, consequentemente, a quantidade reduzida de profissionais de saúde vacinados. De acordo com dados levantados no encontro, atualmente existem 8 mil doses de vacina aguardando a burocracia para aplicação.


Conselheira Federal de Farmácia em Sergipe, Fátima Aragão,  durante coletiva das entidades da área de saúde (Foto: CRF/SE)

Conselheira Federal de Farmácia em Sergipe, Fátima Aragão, durante coletiva das entidades da área de saúde (Foto: CRF/SE)


O Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE) faz parte desta Frente que luta pela agilidade na vacinação aos profissionais de saúde, em especial os que atuam nas áreas de combate à Covid-19. “Mesmo no momento mais crítico que passamos da pandemia e de recolhimento, as farmácias nunca fecharam. Os farmacêuticos se mantiveram na dispensação e orientação de proteção à Covid-19. Nos hospitais, os farmacêuticos estão na cadeia logística de distribuição de produtos médicos e medicamentos que auxiliam na promoção da saúde e recuperação dos pacientes da Covid-19, bem como atuam diretamente com estes pacientes. E nos laboratórios são fundamentais para o rastreamento e diagnóstico dos casos da doença”, diz o presidente do CRF/SE, Marcos Rios.


Ele ressalta que a preocupação com a vacinação dos farmacêuticos atende a toda população, já que se corre o risco deste agente de saúde ser um vetor da disseminação da doença e/ou este atendimento ser prejudicado pela falta de profissionais. “Apesar de todo o protagonismo, especialmente no momento da crise, são poucos ou quase nenhum farmacêuticos vacinados em nosso Estado. Precisamos vacinar os farmacêuticos e profissionais da assistência farmacêutica ou corremos o risco de ficar sem estes profissionais e estabelecimentos”, diz.


A Conselheira do Federal de Farmácia do Estado de Sergipe, Fátima Aragão, representando o convite ao Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE), esteve presente e ressaltou sua preocupação com a categoria. “Esta coletiva tem o intuito de mostrar a sociedade de que a logística de vacinação em Aracaju dos profissionais de saúde, em particular dos farmacêuticos, está equivocada. A Secretaria Municipal de Saúde informou que 70% dos profissionais que estão na linha de frente contra a Covid-19 foram vacinados, mas temos conhecimento que nenhum farmacêutico da área de urgência de hospitais particulares da capital foi vacinado”, ressalta ela, lembrando que as consultas nas farmácias e os testes para a doença estão sendo feitos desde o início da pandemia e estes profissionais continuam expostos.


Durante a coletiva foi informado que a Frente de Entidades da Saúde vem denunciando os casos de fura-fila ao Ministério Público do Estado e foi encaminhado ao governador Belivaldo Chagas ofício mostrando a preocupação das categorias com o ritmo de vacinação no Estado. “Na última quinta-feira, 25, Sergipe estava em 26º lugar de vacinação do país. E como se fosse pouco, recebemos a notícia ontem que o cadastro para vacinação dos profissionais autônomos no site da Prefeitura Municipal de Aracaju necessita da quitação dos três últimos meses do ISS ”, denuncia.


A reunião também teve o intuito de mostrar que as diversas áreas estão aptas a ajudar ao poder público e facilitar o processo de aplicação das vacinas. De acordo com o presidente da Sociedade Médica de Saúde (Somese), Hesmoney Santa Rosa, diversas instituições a exemplo das de Saúde, estão apitas a ajudar. “Em todo Brasil vemos campanha de vacinação em estádios, colégios e instituições de saúde estão trabalhando em conjunto. Todos empenhados em agilizar a vacinação dos profissionais de saúde e dos idosos, que são os primeiros neste processo”, diz.


Além do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe , representado pela conselheira federal, Fátima Aragão, e da vice-presidente do Sindicato de Farmacêuticos do Estado de Sergipe (Sindifarma) e  conselheira do CRF/SE, Daniela Ferreira, estiveram presentes no evento o presidente do do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed), Elton Monteiro; o presidente da Sociedade Medica de Sergipe ( Somese), Hesmoney Santa Rosa; o presidente do Conselho Regional de Medicina de Sergipe (Cremese), Jilvan Monteiro; o presidente em exercício do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Sergipe (Coren), Conrado Marques; o presidente Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe ( Sintasa), Augusto Couto; presidente do Conselho Regional de Odontologia (CRO), Anderson Lessa; o presidente do Sindicato dos Cirurgiões-Dentistas de Sergipe (Sinodonto), Lisandra Lima; o presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (Seese), Shirley Morales; o presidente do Conselho Federal de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional (Crefito), Jarder Pereira; a secretaria-geral do Sindicato dos Trabalhadores dos Fisioterapeutas de Aracaju/SE (Sintrafa), Adriana Azevedo Sintrafa e diretor do Unimed, Alvimar Moura.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação