Aracaju (SE), 22 de outubro de 2020
POR: SSP/SE
Fonte: SSP/SE
Em: 23/09/2020 às 12h23
Pub.: 24 de setembro de 2020

Carteira de Identidade: Instituto de Identificação apresenta mudanças na estrutura do documento em sessão na Alese


O novo RG possibilita a inclusão da numeração de outros documentos e também informações de saúde.


Carteira de Identidade: Instituto de Identificação apresenta mudanças na estrutura do documento em sessão na Alese (Foto: SSP/SE)

Carteira de Identidade: Instituto de Identificação apresenta mudanças na estrutura do documento em sessão na Alese (Foto: SSP/SE)


Em sessão realizada na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) nesta quarta-feira, 23, foram apresentadas as mudanças na carteira de identidade que já está sendo emitida pelo Instituto de Identificação Dr. Carlos Menezes (IICM). A solicitação do novo RG é feita, exclusivamente, pelo site da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Uma das facilidades da nova carteira de identidade é a possibilidade de inserção dos números de outros documentos no próprio RG. 


A deputada Goretti Reis (PSD) destacou a importância da sessão para o reforço à população sobre a relevância da mudança do documento em Sergipe. “A nossa sessão é para informar à comunidade que mudanças estão acontecendo com a emissão da nova carteira, quais são os documentos que estarão disponíveis no RG. São informações relevantes para se ter no documento, principalmente em um momento importante que é o do processo eleitoral, em que todo o cidadão precisa de um documento com foto”, citou.


O coordenador geral de perícias (Cogerp), Nestor Barros, mencionou que o novo modelo de solicitação do documento permite a redução do volume de papéis que chegam ao Instituto de Identificação. “O mais impactante é a forma como o usuário vai tirar a carteira de identidade, tudo on-line, sem a necessidade da presença física. O cidadão insere toda a documentação através da internet. Então, iremos diminuir a quantidade de papéis, que tínhamos no Instituto de Identificação”, ressaltou.


O diretor do Instituto de Identificação, Jenilson Gomes, explicou as alterações na carteira de identidade e citou que o documento atual permanece válido. “A principal mudança é a possibilidade do cidadão poder incluir novos documentos, informações de saúde informações pessoais, o tipo sanguíneo e observações de saúde como doenças crônicas. No que diz respeito a documentos, o cidadão poderá incluir número da habilitação, título do eleitor, cartão nacional de saúde. É um documento que possibilita um conforto maior ao cidadão”, reiterou.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação