26 de março de 2020
POR: Prefeitura de Aracaju
Fonte: Prefeitura de Aracaju
Em: 26/03/2020 às 14h51

Prefeitura de Aracaju e Governo de Sergipe criam protocolo único de enfrentamento da covid-19 e cancelam festejos juninos


O prefeito Edvaldo Nogueira e o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, se reuniram na manhã desta quinta-feira, 26, para alinhar novas ações para o enfrentamento ao coronavírus em Aracaju e no Estado. Com a participação do prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo, de representantes das secretarias de Saúde municipal e estadual, e das Forças Armadas, os gestores discutiram a criação de um protocolo unificado para atuação conjunta, com o objetivo de dar respostas rápidas no combate ao vírus.


Prefeitura de Aracaju e Governo de Sergipe criam protocolo único de enfrentamento da covid-19 e cancelam festejos juninos (Foto: Ana Lícia Menezes/ PMA)

Prefeitura de Aracaju e Governo de Sergipe criam protocolo único de enfrentamento da covid-19 e cancelam festejos juninos (Foto: Ana Lícia Menezes/ PMA)


Durante a reunião, foram expostos dados do protocolo já estabelecidos, como a listagem do número de leitos para atendimento clínico e de UTI, tanto na capital sergipana como em cidades do interior. Edvaldo, Belivaldo e Padre Inaldo também abordaram a criação de um hospital de campanha para ampliar os atendimentos, e decidiram pelo cancelamento do Forró-Caju, Arraial do Povo e Forró Siri.


“Foi uma reunião muito importante. A atuação conjunta da Prefeitura e do Governo do Estado já acontece, mas resolvemos criar um protocolo único, com a união das nossas equipes de Saúde, para que as ações de combate  ao coronavírus sejam ainda mais eficazes, com respostas rápidas tanto na capital como no interior. Estamos preparando a atenção primária e também a atenção hospitalar, quando os casos aumentarem. Temos hoje disponível 350 leitos clínicos e 100 leitos de UTI. Vamos fazer um levantamento nos hospitais privados agora para verificar a disponibilidade, além da necessidade da instalação de um hospital de campanha para garantir atendimento à população. O que estamos criando aqui é uma força-tarefa para combater o coronavírus”, destacou Edvaldo.


Sobre o cancelamento do Forró-Caju, o prefeito de Aracaju explicou que tal medida foi tomada diante da necessidade do direcionamento dos recursos públicos municipais para a Saúde. “Não vai ter o Forró-Caju neste ano. Os recursos que usaríamos na festa serão destinados ao enfrentamento do coronavírus. Neste momento, tudo o que temos conseguido economizar está sendo revertido para este trabalho voltado para a saúde dos aracajuanos”, disse.


Leitos
O governador Belivaldo Chagas explicou que o mapeamento dos leitos clínicos e de UTI já foi realizado e que a prioridade, no momento, é “tranquilizar a população”. “As secretarias já estão trabalhando conjuntamente e agora vamos nos unir ainda mais, por isso, quero tranquilizar a população. Temos hoje um plano de ação pronto, com 350 leitos de retaguarda, leitos clínicos, e cerca de 100 leitos de UTI. Estes já estão mapeados, sendo em Aracaju e em cidades do interior, para já atuarmos com ações específicas do coronavírus”, detalhou.


Belivaldo enfatizou, ainda, que todo o planejamento para o combate ao vírus está pronto, mas reforçou que, a principal medida a ser adotada é manter o distanciamento social. “Pedimos para que as pessoas permaneçam em suas casas. Só procurem as unidades básicas de saúde se apresentarem sintomas mais graves. Do contrário, entrem em contato com os canais de comunicação, sigam as orientações e fiquem em casa. Este é o nosso apelo, porque ainda é a melhor solução para combater o vírus”, reiterou.


Forças Armadas
Edvaldo elogiou a presença de representantes das Forças Armadas na reunião e definiu o apoio como fundamental. “É um apoio muito importante para nos ajudar na logística. A Marinha, Exército e Aeronáutica possuem experiência com situações adversas, na movimentação de um número expressivo de pessoas, ao mesmo tempo, então isso nos dá tranquilidade para atuar. Além disso, eles nos informaram que os soldados começaram uma campanha para doação de sangue, e esse é um ato muito significativo, no momento. Precisamos de todos para enfrentar o coronavírus. Por isso estamos reunindo esforços. Todo o planejamento está pronto para que possamos atender os aracajuanos e sergipanos”, salientou o prefeito.


Da mesma forma, o governador enalteceu a importância da Marinha, do Exército e da Aeronáutica no combate ao coronavírus em Sergipe. “As Forças Armadas se colocaram à disposição para nos ajudar na logística e já definimos pelo trabalho de levantamento de toda a rede privada para que  possamos ampliar a quantidade de leitos. Na próxima semana vamos averiguar o tamanho de um possível hospital de campanha, e essa verificação será feita assim que tivermos o levantamento de toda a rede privada, de leitos clínicos e de UTIs disponíveis para atendimento”, ratificou.


Participaram da reunião a secretária da Saúde Waneska Barboza, o diretor-presidente do Ipesaúde, Christian Oliveira, o capitão de Portos, Guilherme Conti Padrão, o comandante do 28º Batalhão de Caçadores, tenente coronel Magalhães, e o capitão da Aeronáutica, André Marcelo.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação