30 de outubro de 2019
POR: Débora Matos
Fonte: DPE/SE
Em: 30/10/2019 às 00h00

Defensoria Pública possibilita educação e reinserção na sociedade de jovens e adolescentes egressos


Ter uma profissão e a esperança de um futuro melhor são desejos manifestados por meninos e meninas inseridos no projeto.


Defensoria Pública possibilita educação e reinserção na sociedade de jovens e adolescentes egressos  (Foto: DPE/SE)

Defensoria Pública possibilita educação e reinserção na sociedade de jovens e adolescentes egressos (Foto: DPE/SE)


Meu sonho é ter um futuro diferente! Este é o desejo manifestado por unanimidade pelos adolescentes e jovens egressos que estão participando do curso técnico de Aprendizagem Profissional e Comercial em Serviços Administrativos, promovido pelo Núcleo da Criança e do Adolescente da Defensoria Pública do Estado, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem (Senac) e Fundação Renascer. A aula inaugural aconteceu no último dia 7,  no auditório da Secretaria de Estado de Administração (SEAD), e o curso está sendo ministrado no mesmo local de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 12h, com 20 horas semanais. 


Com o objetivo de reinserir na sociedade os adolescentes e jovens que cometeram atos infracionais, mas que estão no processo de integração social, o Programa de Egressos proporciona orientação e subsídios para o exercício da cidadania e evita, desta forma, a reincidência.


O curso técnico de aprendizagem profissional  tem duração de um ano e quatro meses.  Já foram formadas 10 turmas e inseridos 215 jovens e adolescentes.


Durante o curso os alunos recebem meio salário mínimo, cartão de transporte escolar sem desconto no seu salário e Contrato de Trabalho com assinatura em Carteira, que valerá como experiência profissional no cargo ocupado, além do Certificado de Conclusão validado pelo Senac.


De acordo com a defensora pública e diretora do Núcleo da Criança e do Adolescente, Andreza Tavares, a Defensoria Pública tem buscado garantir o cumprimento adequado da medida socioeducativa. “Ao apoiar projetos como o curso de profissionalização para adolescentes egressos entendemos que a educação é um dos meios para a maior efetiva integração social. E nada melhor do que unir capacitação profissional com a permanência no ensino regular. A profissionalização se revela um direito do adolescente previsto em lei e uma alternativa no processo de ressocialização. O curso possibilitará aos adolescentes uma formação técnico-profissional para uma futura profissão e um caminho para a independência”, garantiu.


“A parceria do Senac se mostrou indispensável na concretização do projeto, assim como da SEAD, que cedeu o espaço físico para a realização do curso. É com a união de forças que conseguiremos resgatar a autoestima desses adolescentes e integrá-los na sociedade como cidadãos capazes de desempenhar papeis positivos e construtivos” completou Andreza.


Para o jovem José Paulo Silva Farias, 19 anos, o curso promete mudar sua vida. “Casei novo e constitui uma família muito cedo. Infelizmente cometi um ato infracional e hoje estou pagando pelo meu erro, mas graças à Deus e a essa oportunidade que estão me dando e que agarro com toda minha força, irei mudar completamente minha vida. Quero dar o melhor para minha família e fazer com que eles tenham muito orgulho de mim, ao invés de fazê-los chorar. A partir de agora vou escrever uma nova história e um novo caminho”, declarou emocionado.


“Esse curso chegou numa boa hora porque tenho um filho recém-nascido, moro na casa de minha mãe e pretendo alugar meu cantinho para viver com minha família. Meu sonho é me formar em mecânica e montar uma oficina, por isso, estou traçando um nova história. Estou muito feliz pela oportunidade”, manifestou Franklin Eduardo.


Ansiosa pelas aulas, Pâmela Oliveira dos Santos, 17 anos, já planeja um futuro diferente. “É uma grande oportunidade para pensar em um futuro digno com meu filho. Esse curso é muito bom e só tenho a agradecer à Defensoria e todos àqueles que nunca desistem da gente. Hoje só penso no melhor para o meu futuro e, com fé em Deus, realizarei meu sonho que é ser administradora de Caixa e terminar os estudos para ser alguém na vida”, prometeu.


A coordenadora do Programa de Egressos da Fundação Renascer, Sheila Lara, afirmou que o maior índice de reincidência é em virtude da falta de oportunidade. “Eles reclamam que passam pelo sistema socioeducativo, sai e ninguém dar oportunidade justamente por conta do preconceito, que é muito grande. Eles são rotulados, excluídos, e somente através do curso eles se veem como outro adolescente qualquer e se enchem de esperança. Muitos desses adolescentes quando se formam já ficam empregados, o que os motivam e fazem com que se sintam mais valorizados e importantes”, pontuou.


“Em dezenas de casos graças à parceria fenomenal com o Senac e agora com a Defensoria Pública, temos conseguido reverter situações que aparentemente eram irreversíveis. Vários adolescentes estão trabalhando em repartições públicas e empresas privadas, e com famílias constituídas graças ao trabalho desenvolvido pela Fundação Renascer, mas, sobretudo, o Senac e a Defensoria Pública”, destacou o diretor da Fundação Renascer, Wellington Mangueira. 


De acordo com o professor do Senac, Marcos Antônio Plínio, o projeto é bastante relevante e significativo para um resultado promissor. “Esses jovens precisam de oportunidade para ter uma transformação na vida e a parceria da Fundação Renascer, Defensoria Pública e Senac só traz resultados positivos e significativos na vida desses meninos”, enfatizou.


“Temos colhido bons frutos e visto grandes resultados na mudança deles como pessoas como a questão do resgate dos valores, dos princípios e também abre-se um horizonte e uma perspectiva de que eles podem se tornarem bons profissionais e ocuparem um lugar na sociedade, recomeçando a vida e se sentindo valorizados com a convivência no meio organizacional”, disse a líder de Processos do Senac, Marta Luíza.


Participou também da aula inaugural, o defensor público e integrante do Núcleo da Criança e do Adolescente, Paulo Cirino.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação