Aracaju (SE), 25 de novembro de 2020
POR: SSP/SE
Fonte: SSP/SE
Em: 11/05/2020 às 17h14
Pub.: 12 de maio de 2020

Seis cidades do interior de Sergipe receberão novos delegados da Polícia Civil


Os delegados substitutos receberam nesta segunda-feira, pistolas Taurus PT 940.


Seis cidades do interior receberão novos delegados da Polícia Civil (Foto: SSP/SE)

Seis cidades do interior receberão novos delegados da Polícia Civil (Foto: SSP/SE)


A partir desta terça-feira, 12, a população dos municípios de Estância, Itabaiana, Lagarto, Nossa Senhora das Dores, Maruim e Propriá receberão um reforço no efetivo das unidades de Polícia Civil. As Delegacias de Polícia destes municípios passarão a contar com os novos delegados de polícia. A medida foi possível devido à nomeação de seis novos delegados substitutos, que foram empossados na última quinta-feira (07). Eles passarão a atuar provisoriamente nas citadas unidades da Polícia Civil de Sergipe.


Cada um dos novos delegados recebeu da Secretaria de Segurança Pública (SSP/SE) uma pistola Taurus modelo PT 940, dois carregadores e 24 munições, que correspondem à capacidade de cada carregador. A arma recebida já é utilizada amplamente no cenário nacional por ser uma pistola bastante confiável. A entrega das armas foi feita de forma individualizada na Delegacia Geral da Polícia Civil, uma cautela em cumprimento aos protocolos de segurança no combate ao Covid-19.


O novo delegado Ruidney Nunes ficará inicialmente em Propriá. Além da nova pistola, ele leva consigo expectativas da prestação de um bom trabalho. “A expectativa é muito boa, pois, estou me integrando a um órgão de importância reconhecida pela sociedade que é a Polícia Civil. A gente entra muito empolgado em poder colaborar com esse serviço. Desde que iniciei a preparação para o concurso, eu decidi que seria delegado de polícia e não ousaria tentar outra profissão”, declarou o novo delegado.


A nova delegada Lorena Rocha, a principio, ficará lotada no município de Maruim. Ela conta que sempre soube que queria ser funcionária pública e por ter delegados na família foi uma motivação a mais. “Estou muito feliz em poder iniciar essa nova fase da minha vida com muito mais responsabilidade, sabendo que a sociedade realmente precisa de novos delegados, precisa de novas pessoas que estejam preparadas e também motivadas a tentar prestar um bom serviço. Eu quero poder cada vez mais me especializar, estudar mais e poder fazer um trabalho realmente efetivo”, destacou a delegada.


Para a delegada-geral da Polícia Civil, Katarina Feitoza, os novos servidores da Polícia Civil são muito esperados e trazem uma expectativa, em meio a um momento como o atual, de prestação de serviço para a sociedade. "Somos uma profissão vital para todos os sergipanos. Desejo aos novos colegas muito empenho, comprometimento e dedicação no combate à criminalidade", reforçou a delegada-geral.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação