02 de agosto de 2019
POR: SSP/SE
Fonte: SSP/SE
Em: 02/08/2019 às 10h15

Polícia Civil localiza e prende suspeitos de roubo e desmanche de carros


Os suspeitos foram presos na cidade de Ribeirópolis e no Bairro Santos Dumont.


Na manhã desta sexta-feira, 2, a Polícia Civil detalhou, em entrevista coletiva como foram as investigações que resultaram nas prisões de dois homens envolvidos em roubos e furtos de veículos na capital. Em um dos casos, a casa de um advogado foi invadida e o carro foi roubado, no conjunto Médici. Foram presos Michael Pereira da Silva Dias, conhecido por “Neguinho” e João Victor Silva Santos, o “ Vitinho”. Michael foi preso em Ribeirópolis e Vitinho foi preso em Aracaju no Santos Dumont.  


O delegado de Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), Kássio Viana falou como foram alguns roubos de carros e uma invasão que ocorreu na casa de um advogado, no conjunto Médici, “ Nós vínhamos investigando um roubo de uma residência de um advogado  onde roubaram um veículo Fox prata lá no conjunto Médici dois indivíduos invadiram uma casa roubaram carro, televisão, celular.”


No dia 30 de julho os dois suspeitos roubaram um Onix, que foram presos no dia seguinte e reconhecido pela vítima, o Michael no dia do crime já era maior de idade. “Michael realizava os roubos em Aracaju e ia para Itaporanga, como as investigações nos levaram até essa cidade, Michael se mudou para Ribeirópolis. Ontem a gente teve informação que Michael estava na cidade em um uma casa de um condomínio na entrada de Ribeirópolis. nós fizemos uma incursão na casa, e encontramos peças de um Cerato no meio de maio em Aracaju.” explicou o delegado Kássio Viana 


Como funcionavam os desmanches
"O Michael o vitinho e outros ladrões roubavam os veículos, levavam para esse desmanche, o proprietário, que nós ainda não identificamos fazia o desmanche do veículo e providenciava as vendas. Eles roubavam e desmanchavam em uma semana. O tempo entre um roubo e outro era o intervalo para o desmanche de um veículo. Eles roubam veículo praticamente toda semana e as vezes mais de um veículo por semana." concluiu Kássio Viana


A Polícia Civil pede ajuda da população para que qualquer informação dos suspeitos que ainda não foram identificados seja repassado pelo disque denúncia através do 181.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação