Aracaju (SE), 29 de outubro de 2020
POR: Luiz Filipe Macêdo
Fonte: Luiz Filipe Macêdo
Em: 30/06/2020 às 21h01
Pub.: 01 de julho de 2020

Em busca de equilíbrio :: Por Luiz Filipe Macêdo


Por Luiz Filipe Macêdo


Imagem: Investment Property How To

Imagem: Investment Property How To


O corpo equilibrado é o corpo neutro, estável, sem excessos. A busca pelo equilíbrio é algo comum em praticamente todos os seres humanos que procuram melhorar a sua qualidade de vida. E no mundo dos investimentos não poderia ser diferente.


Neste artigo falaremos sobre o perfil de investidor moderado, aquele que busca a segurança da renda fixa, mas também busca uma maior rentabilidade, aceitando assim algum risco.
Com a nova fase dos juros brasileiros, esse perfil tem crescido, uma vez que está mais difícil obter rentabilidade satisfatória apenas na renda fixa. Uma carteira moderada, equilibrada, tende a trazer mais retornos e muitas vezes até com menos risco.


É importante frisar que risco é a probabilidade de algo ocorrer, seja positivo ou não. Ou seja, nem sempre o nosso senso comum de risco está correto. Ao buscar mais riscos nos investimentos, a probabilidade de retorno financeiro também aumenta.


Aqui focaremos no risco positivo, ou seja, a oportunidade que se tem ao investir em diversos produtos financeiros de diferentes naturezas. É esse risco que uma carteira balanceada trará, desde que seja respeitado o tempo.


Imagem: w1consultoria.com.br

Imagem: w1consultoria.com.br


Sim, o tempo é o seu maior aliado e o seu maior inimigo ao investir. Ele é o fator exponencial na fórmula de juros compostos (detalharemos isso em um artigo futuro). Uma carteira moderada tende a necessitar de mais tempo que a conservadora para obter melhores resultados. Então, se o investidor efetuar resgates em momentos de baixa, ele provavelmente terá prejuízo no curto prazo.
O investidor moderado poderá investir em uma gama muito maior de produtos. Com exceção do mercado de derivativos e os fundos de alta volatilidade, este investidor terá disponível todos os outros tipos de aplicações.
Ao diversificar sua carteira com bons ativos de renda fixa e renda variável, os resultados virão no médio e longo prazos e o risco será cada vez mais tratado como uma oportunidade e não uma ameaça.


“Sonhe, Poupe, Invista e Realize”


Confira todos os artigos AQUI


Luiz Filipe F. M. Macêdo
Assessor de Investimentos
Contato: https://linktr.ee/lfmacedoaai

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação