24 de maio de 2019
POR: SergipeTec
Fonte: SergipeTec
Em: 20/05/2019 às 00h00

5000 mudas produzidas na Biofábrica do Parque Tecnológico potencializam a apicultura de Sergipe


5000 mudas produzidas na Biofábrica do Parque Tecnológico potencializam a apicultura de Sergipe (Foto: SergipeTec)

5000 mudas produzidas na Biofábrica do Parque Tecnológico potencializam a apicultura de Sergipe (Foto: SergipeTec)

Buscando contribuir para um Sergipe mais sustentável, o Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), através da Biofábrica de mudas, iniciou os plantios anuais. Já foram plantadas um total de 15000 mudas nativas, dos biomas Mata Atllântica e Caatinga. A ação socioambiental, integrada com o Governo do Estado, visa potencializar a cadeia apícola e o desenvolvimento econômico de Sergipe. Esse ano, com o apoio da Associação Sergipana de Apicultores (ASA), serão plantadas e distribuídas 5000 mudas, beneficiando a 20 famílias de apicultores, ao todo. São mudas com potencial apícola, produzidas e tratadas na Biofábrica do SergipeTec, direcionadas à produção de mel e de pólen apícola, a fim de restaurarem as florestas do Estado.


“Nossa Biofábrica tem um papel fundamental para o fomento socioeconômico do Estado, na formação e no desenvolvimento de pesquisa de mudas, cujo tratamento é direcionado a uma melhoria na qualidade final dela. Como a inovação é, sempre, contínua, em alguns pontos, ela, naturalmente, tem uma prioridade ou importância maior. No caso da nossa Biofábrica, que é coordenada pelo pesquisador, o engenheiro florestal, Ronaldo Fernandes, ela trabalha em cima de culturas como o abacaxi, bananeira, cana de açúcar, palma forrageira e mais de 50 espécies nativas, além do melhoramento de rainhas apícolas. Agradecemos, inclusive, à parceria da ASA, no cuidado da distribuição e da continuidade ao trabalho socioeconômico do SergipeTec”, ressalta Brenno Barreto, presidente do SergipeTec.


O presidente da ASA, Wellington Searah, explica que as mudas vão cobrir uma área de, aproximadamente, 7 hectares e meio. “A proposta dessa ação é fortalecer a cadeia produtiva do mel, visando a melhoria dos pastos apícolas. Isso porque, por serem plantas nativas e produzidas na Biofábrica, especialmente, para essa finalidade, pode aumentar a produção dos nossos apicultores e contribuir no desenvolvimento socioeconômico do Estado”.


Desde 2015, o SergipeTec atua na cadeia apícola, em parceria com a Codevasf e o Governo do Estado. Nesse período de quatro anos, já foram produzidas mais de 30.000 árvores nativas e plantadas, em áreas rurais e urbanas, mais de 20.000 mudas; além de atender às demandas das prefeituras municipais e instituições.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação